Náutico procura Gilmar Dal Pozzo, que recusa convite ;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Náutico procura Gilmar Dal Pozzo, que recusa convite para ser novo técnico do time

Profissional está fazendo cursos e só quer voltar ao mercado no 2º semestre ;

Na busca por um novo treinador após a demissão de Roberto Fernandes, o Náutico já tem um nome riscado da sua lista. Gilmar Dal Pozzo, que teve uma passagem pelo Timbu em 2016, foi procurado pelo vice-presidente Diógenes Braga e recusou o convite realizado. A informação foi confirmada pelo próprio gestor alvirrubro, que, na tarde deste domingo, admitiu não ter um nome adiantado para anunciar como novo comandante.

Gilmar é meu amigo desde 2015. Fui eu que trouxe ele. Gilmar é uma pessoa que mantenho contato frequentemente. Mas, ele tem um projeto esse ano de fazer alguns cursos. Inclusive, está começando um curso no fim do mês na CBF para uma categoria diferenciada de treinadores. Ele tem um projeto de não trabalhar no primeiro semestre. Conversamos sim com Gilmar. Ele disse que adoraria vir, mas que esse projeto que tinha feito não podia abortar. Já recusou várias propostas”, disse Diógenes, em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal.
Gilmar Dal Pozzo deixou o Náutico em 2016 após um trabalho de sete meses no clube. Ao longo desse período, disputou 28 jogos. O aproveitamento foi de 15 vitórias, sete empates e seis derrotas – cerca de 62% de pontos disputados. Na época, ele acabou demitido pela antiga diretoria de futebol.
Sem o acerto, o vice-presidente de futebol Diógenes Braga também admitiu que tem vários nomes na mesa para realizar a escolha. Nenhum, no entanto, pode ser apontado com tratativas mais adiantadas.A informação é contrária a do presidente do clube Edno Melo, que disse ter um técnico para se apresentar nesta segunda-feira. 
“Em relação a nomes, começa a chover ofertas fora os nomes que a gente já tem. Mas a gente não tem nada que possa dizer avançado. A gente não contava com a saída de Roberto. Mas o resultado, a forma como aconteceu, nos deu a sensação de necessidade de retomada de trabalho em outra filosofia.”
Em relação ao perfil do novo técnico, o Náutico busca um profissional que consiga motivar o elenco o mais rápido possível na tentativa de deixar a lanterna da Série C para buscar um acesso. “A gente está buscando um treinador com conhecimento tático e que tenha uma boa capacidade motivacional. A gente entende que o elenco precisa retomar aquele espírito de confiança misturado com empenho que a gente no começo do ano”, disse Diógenes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *