NÁUTICO ; Rafael Oliveira não deve mais jogar na temporada

ADAURY VELOSO ;

Jogador ainda fará exame, mas segundo coordenador médico, Francisco Couto, chance do atacante ter rompido os ligamentos é de 99,9% ;

Última contratação do Náutico para a disputa da Série B (foi anunciado no último dia 15), o atacante Rafael Oliveira dificilmente voltará a defender o clube na atual temporada. Autor do primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Boa Esporte, no último sábado, em Caruaru, o jogador deixou a partida ainda no primeiro tempo após cair de mal jeito no gramado do Lacerdão. E de acordo como o coordenador médico alvirrubro, Francisco Couto, a suspeita é a pior possível: rompimento do ligamento cruzado do joelho direito. O que, caso seja confirmado em exame que o atleta fará na noite desta segunda-feira, tira o jogador das atividades por um período entre seis e oito meses.

“Pelo exame clínico que realizamos no atleta há 99,9% de possibilidade de rompimento do ligamento cruzado. Mas só o exame de imagem irá confirmar”, destacou o médico alvirrubro. Ainda segundo Couto, o gramado irregular do Lacerdão, pode ter atuado como vilão na lesão do jogador. “Esse tipo de lesão é mais comum de acontecer em gramados irregulares. Quando ele cai pode ter pisando em falso em um buraco do campo, por exemplo”, destacou.

Outros desfalques

Rafael Oliveira não será o único desfalque do técnico Roberto Fernandes para a partida da próxima sexta-feira, diante do Goiás, no Serra Dourada. Nesta segunda-feira, o zagueiro Léo Carioca e o lateral-esquerdo Ávila realizaram exames de imagem que apontaram estiramentos musculares na coxa direita de ambos os atletas. Assim, os jogadores ficam em recuperação entre 10 a 14 dias e podem retornar no compromisso diante do Guarani, dia 14, novamente em Caruaru.
Léo Carioca retornou ao time do Náutico justamente contra o Boa após passar um longo período afastado da equipe também por lesão. Sua última partida havia sido no clássico contra o Santa Cruz, no dia 15 de julho. Já Ávila vem atuando com mais frequência na equipe. Já são 12 partidas na série B, todas como titular.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *