Náutico também busca um milagre na Copa do Nordeste

ADAURY VELOSO;

O impossível é uma palavra que não existe no futebol. A virada do Barcelona pela Liga dos Campeões ontem foi mais um exemplo disso. E é acreditando numa obra do imprevisível que o Náutico vai fazer suas últimas partidas pela primeira fase da Copa do Nordeste. No próximo domingo, na Arena de Pernambuco, o Timbu encara o rival Santa Cruz. No dia 22, encara o Uniclinic/CE. Para seguir vivo no Nordestão, não há alternativa. É preciso vencer os dois confrontos, ‘secar’ adversários e ter fé inabalável em um milagre para chegar às quartas de final.
De fato, o obstáculo alvirrubro é imensurável. Para se ter uma ideia, além de ter que fazer o dever de casa, o Náutico ainda precisa torcer para que o Campinense/PB some apenas um ponto diante do próprio Santa e do modesto time do Uniclinic/CE. “A gente está à espera de um milagre. Temos que fazer a nossa parte e ainda precisamos de uma combinação de resultados. O nosso time vem numa crescente e espero que a gente saia vitorioso. Espero que esse milagre aconteça porque a situação está difícil, mas não impossível”, destacou o zagueiro/volante Ewerton Páscoa.
O defensor alvirrubro mostra-se realista. Sabe bem que não é recomendado depender de uma boa atuação do Uniclinic/CE. Portanto, para não perder as esperanças, a saída é se concentrar, primeiramente, apenas no Clássico das Emoções. “Nosso pensamento é somente em nós mesmos. Temos que fazer o resultado. Sem desconsiderar, mas vejo o Uniclinic/CE muito abaixo das demais equipes”, avaliou. “Por isso, a nossa situação é mais difícil. Mesmo assim vamos torcer para eles contra o Campinense/PB”, confirmou o atleta do Timbu.
Não bastassem todos os problemas relacionados à tabela, o Náutico também terá problemas em sua escalação para o embate contra o Santa Cruz. Rodrigo Souza e João Ananias, os dois volantes titulares da equipe, estão suspensos. Um dos substitutos imediatos, Maylson, é dúvida. Assim, o técnico Milton Cruz terá disputa acirrada por vaga no setor central do campo. Além do citado Maylson, o treinador terá como opções o prata da casa Cal Rodrigues, Darlan ou até mesmo voltar a escolher Ewerton Páscoa como cabeça de área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *