NÁUTICO; Tiago divide liderança com o grupo e fala sobre “maratona” de clássicos diante do Santa

Adaury veloso;  O primeiro de, no mínimo, seis. Vai ter muito Clássico das Emoções em 2017. Serão quatro jogos entre Náutico e Santa Cruz só neste primeiro semestre, um em cada mês, válidos pelo Campeonato Pernambucano e pela Copa do Nordeste. Uma maratona de encontros atípica que tem chamado atenção dos jogadores alvirrubros.

“É difícil acontecer isso, com jogos praticamente intercalados. É um desgaste físico e mental. Sabemos que a cidade para em um clássico. É um campeonato diferente e precisamos nos preparar bem. Vamos jogar no domingo e depois no outro sábado já tem partida contra eles de novo, na Copa do Nordeste. É uma loucura. Mas não adianta pensar no que vem ainda. Precisamos dar um passo de cada vez, jogo após jogo”, afirmou Tiago Alves.

O zagueiro foi o capitão do Náutico na estreia do time na Copa do Nordeste, diante do Uniclinic/CE. A escolha aconteceu por conta da ausência de Marco Antônio, que estava machucado. O meia ainda é dúvida para o clássico e, se não tiver condições, Tiago Alves pode ser novamente o escolhido para colocar a braçadeira. Mas ele faz uma ressalva.

“Independente ser capitão ou não, o ideal é que todos se comuniquem para que a gente tenha 11 capitães em campo. Temos que dividir essa carga. Marco Antônio é uma liderança do grupo, assim como outros jogadores. Estava aqui ano passado e foi nosso capitão. Mas todos podem falar, assim como eu fiz”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *