O SPORT E A JUSTIÇA DO TRABALHO ;

ADAURY VELOSO ;          POR JOSÉ JOAQUIM ;

NOTA 1- O SPORT E A JUSTIÇA DO TRABALHO

* No período de 2014/2018, o Sport teve 165 ações trabalhistas.

Algumas foram resolvidas, a maioria continua em aberto por falta de audiência, e outras pelos recursos interpostos.

O mais grave é que o clube passa como um bom pagador, quando a realidade é bem outra.

Falta a transparência necessária.

Nesse mês de março dois atletas que foram dispensados entraram com ações que totalizam R$ 610.915,00.

Marcos Antônio da Silva Gonçalves (Marquinhos), e Wesley Lopes Beltrame (Wesley). Ambos reclamam o pagamento do salário do mês de dezembro, as verbas rescisórias, e FGTS.

O primeiro pede ainda o pagamento de R$ 7 mil que corresponde ao premio da manutenção na Série A.

O clube tem o direito de rescindir os contratos de seus profissionais, mas a contrapartida é para que esses recebam tudo de conformidade com a Lei em vigor.

Na verdade o Sport que sempre foi organizado, bom pagador, de uns anos para cá vem perdendo a sua credibilidade por conta de diversas ações cíveis e trabalhistas.

Lamentável que tudo isso fique escondido sem o conhecimento dos associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *