PC Gusmão comemora segundo tempo do Santa Cruz ;

ADAURY VELOSO ;

SANTA CRUZ

PC Gusmão comemora segundo tempo do Santa Cruz contra o Globo e explica lance da expulsão

Treinador reclamou de um lance no primeiro tempo e acabou expulso do jogo;   A virada diante do Globo-RN não foi nada mais além do que “justa”. Foi com a certeza de que qualquer outro resultado que não fosse a vitória seria insatisfatório para o Santa Cruz que o técnico Paulo César Gusmão comemorou a virada sobre o adversário, na noite desta segunda-feira, em Ceará-Mirim. Exaltando o segundo tempo da equipe, o treinador viu com naturalidade o poder de reação da equipe, que perdia o jogo até os 36 minutos do segundo tempo. Expulso da partida, ele tentou explicar o que levou o árbitro Wanderson Alves de Sousa a tirá-lo da beira do gramado.

“(Não vencer) seria injusto pelo volume de jogo, pelas oportunidades de gols criadas e por estarmos praticamente durante o segundo tempo inteiro jogando no campo do Globo e tendo diversas oportunidades de gol. A bola não estava entrando. Mas a virada premiou uma grande atuação nossa no segundo tempo” destacou PC Gusmão.
O treinador ficou satisfeito com a movimentação e pela forma com que a equipe envolveu o Globo. “O time pôde trabalhar bem a bola, criar situação e aparecer bem no jogo. Sair com a vitória que nos dá a terceira colocação, no coloca no G4, nos deixa em condições melhores de dar continuidade ao trabalho”, disse.
 
Expulsão
Expulso aos 30 minutos de jogo após fazer uma reclamação ao árbitro do jogo, PC Gusmão explicou o lance que o tirou da beira do campo. “A única palavra que falei com ele foi para que ele usasse o mesmo critério para os dois times. Na primeira bola, o Vítor foi amarelado. Depois, o Max parou as jogadas nossas por três vezes  e ele nem chamou atenção. Ele veio até mim e me mandou sair do campo”, explicou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *