PC Gusmão elogia resistência do setor defensivo ;

ADAURY VELOSO ;

SANTA CRUZ

PC Gusmão explica novo esquema e elogia resistência do setor defensivo do Santa Cruz

Para o treinador, empate com o Remo se tornou um resultado justo ;

O empate sem gols com o Remo foi apontado como um bom resultado por PC Gusmão, mas não foi o principal fator comemorado pelo comandante coral. O técnico ressaltou os dez primeiros minutos de jogo, onde o Santa Cruz conseguiu, até de forma surpreendente, pressionar o adversário em seu campo de defesa, mesmo na condição de visitante. Para ele, situação que foi fruto da mudança tática na escalação, quando acionou Eduardo Britto na lateral esquerda e avançou Ávila para o meio.

“Tivemos um bom começo de jogo. Foi até uma surpresa pra eles a forma que a gente entrou em campo. Mudamos algumas peças e o padrão do time para o 4-4-2, e conseguimos envolver o time deles, mas com a pressão da própria torcida e a necessidade de ganhar, eles vieram para cima, passaram para dentro do campo, e a gente não soube acompanhá-los. O Vitor e o Eduardo (Britto) não acompanharam para dar igualdade por dentro”, apontou.
PC Gusmão ainda valorizou o fato do time ter mantido o placar zerado mesmo sofrendo com a pressão adversária na maior parte da etapa inicial. “A gente soube sofrer e equilibrar a partida para segundo tempo, depois de corrigir no intervalo”, analisou o técnico.
Para o treinador, apesar da melhora na etapa final, a vitória se tornou possível, mas o placar foi apontado como justo. “Nos precipitamos em finalizar quando poderíamos fazer os passes para o companheiro em melhor condição e também teve a bola do Robert, mas pelos dois tempos, o resultado foi justo para as duas equipes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *