Pesquisa realizada no Recife aponta que o Sport é líder no número de torcedores na capital.

A força das torcidas de Náutico, Santa Cruz e Sport no Recife foi comprovada em números, através de uma pesquisa do Instituto Datamétrica feita com exclusividade para o Diario. O levantamento aponta que 75% (três a cada quatro recifenses) torcem por um time local. Destaque para o Sport, que detém 39% da preferência.

Abaixo dos rubro-negros, o Santa Cruz aparece com 24% da torcida, seguido pelo Náutico, com 12%. A pergunta direta e espontânea (quando não é dada nenhuma alternativa para a resposta do entrevistado) feita pela Datamétrica foi: “Para qual time o(a) senhor(a) torce em Pernambuco?”.

“Basicamente se tem uma consolidação do que o pessoal fala na rua. O Sport hoje é, pelo menos no Recife, a maior torcida. Embora a torcida do Santa Cruz também seja grande”, afirmou o consultor e coordenador responsável pela execução da pesquisa, André Magalhães.

O interessante é que 23% das pessoas questionadas ou optaram por não opinar (1%) ou responderam que “não sabem” (22%), deixando nula a porcentagem de escolhas por clubes alheios ao Trio de Ferro.

Sobre o 0% relativo a torcedores de “outros clubes” na capital pernambucana, o Instituto Datamétrica explica que o universo de clubes delimitados pela pergunta feita na pesquisa se restringe aos de Pernambuco. “Portanto, especificamente no Recife, as pessoas torcem pelos times da capital ou por outro de fora do estado, essa que é a lógica. Não tem ninguém torcendo pelo Central, Salgueiro, Íbis ou América na capital”, pontuou André Magalhães.

O recorte da pesquisa por sexo também revela uma diferença pró-Sport maior entre os homens, quando 49% são rubro-negros, contra 28% de tricolores e 10% de alvirrubros. A torcida do Leão também é maior entre os mais jovens (detém 46% da preferência entre as pessoas com 16 e 24 anos) e entre aqueles com maior nível educacional (43% dos entrevistados com nível superior são fãs do Leão). Nesse mesmo quesito há um empate entre Náutico e Santa Cruz, que possuem 18%, cada, do público graduado.

Crescimento
A hegemonia da torcida rubro-negra entre os mais jovens foi mais um ponto destacado pelo Instituto Datamétrica. Baseada nos dados colhidos, André Magalhães ressalta a tendência para um aumento ainda maior relativo ao número de torcedores do Sport nos próximos anos. “Se você observar as faixas de idade, vai perceber que a torcida do Sport é maior entre os mais jovens, entre 16 e 24 anos e 25 e 39 anos. Isso nos permite projetar que, se nada mudar, a torcida rubro-negra será ainda maior nos próximos 20 anos, quando as gerações mais antigas saem de cena e as novas estão ocupando esse espaço”, ressaltou.

Metodologia
O Datamétrica ouviu 400 pessoas no Recife, entre os dias 29 e 30 de dezembro de 2015, dividindo o público por sexo, faixa etária (a partir dos 16 anos) e grau de instrução. A margem de erro da pesquisa para o total da amostra é de 4,9%, para mais ou para menos.

Confiança no título estadual
O Campeonato Pernambucano começa neste domingo para as equipes que buscam uma vaga no hexagonal do título. Sobre o Estadual 2016, o Instituto Datamétrica perguntou, de maneira espontânea: “Quem o(a) senhor(a) acha que será o campeão?”. A depender das respostas, o Clássico das Multidões já teria um lugar reservado na decisão.

No geral, 41% das pessoas entrevistadas acreditam no título rubro-negro, enquanto 26% no tricolor. Alvirrubros têm 9% do otimismo geral. No recorte específico da opinião por torcedores, nota-se um otimismo exacerbado por cada uma das partes. Um total de 87% dos torcedores do Sport acreditam no título do seu clube; seguem confiantes os corais (85%) e os timbus (61%).

“As torcidas estão otimistas com relação ao desempenho dos seus times no Campeonato Estadual de 2016. Esses números refletem, sobretudo, o bom momento que Sport e Santa Cruz vêm passando e suas boas campanhas de 2015. Os torcedores do Náutico são os menos otimistas em um triunfo do seu time. Provavelmente, um reflexo do desempenho do time nos últimos anos”, comentou André Magalhães.

20160109190920635995i

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *