PUSKAS UM CRAQUE QUE VÍ JOGAR

aguiaCYdbmCBW8AQ5GAgAMAURY VELOSO

O prêmio recebido pelo goiano Wendel  Lira pelo belo gol que marcou teve na verdade a marca de um artilheiro que assistí jogar e que era um fenomeno no futebol. Jogando pela seleção da Hungria, destacou-se sendo um atleta que em sua passagem pelo selecionado hungaro, jogou 85 partidas e fez 84 gols.Isso é um fenomeno. Ferenc Purczela Biró,era seu nome  verdadeiro. Mas seu pai que chegou a ser técnico,tinha envolvimento politico e o colocou o apelido de Puskas,significado ‘FUZILEIRO’ pelos hungaros.

Puskas foi uma sensação em 1956 jogando pela seleção da Hungria sendo vice-campeã mundial. Chegou a jogar em 1962 pela seleção da Espanha.Quando pegava na bola, era um perigo para qualquer setor defensivo.Um craque na cepção da palavra. Talvez o maior jogador da história do seu  país.Éra como se fosse Pelé no Brasil, embora eu pessoalmente acho que Garrincha jogava muito mais.

Ele era natural de Budapeste, capital da Hungria e nasceu no dia 2 de abril de 1927.Faleceu no dia 17 de novembro de 2006.Com 11 anos de idade, já jogava num clube amador e chamava atenção de quem o via tocar na bola. O homem chamou atenção do mundo inteiro quando jogava pela Hungria porque sabia fazer gol.

Então, o troféu entregue a um jogador brasileiro pelo  belo gol marcado por um clube do interior goiano, não deixa de ser muito representativo para o atleta e para o nosso futebol. Puskas era qualificado.Chegou até a jogar no Real Madri. Este troféu claro que ficará na história de Wendel como do futebol nacional. Com relação ao melhor do mundo,claro que o argentino Messi mereceu. Sabe tudo de bola e se não fosse escolhido o melhor, sería a maior injustiça. Foi uma escolha honesta, coisa difícil de se ver hoje dentro dos  meios esportivos.As safadezas,os roubos não foram capazes de tirar o brilho de uma votação de escolhas honestissimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *