Reforços? Meta do Sport é manter elenco e salários em dia;

ADAURY VELOSO ; SPORT

Reforços? Meta do Sport é manter elenco e salários em dia

Ciente da necessidade de reforços, diretoria do Sport mantém o discurso pés no chão e fala sobre manutenção dos atletas e pagamento dos salários em dia ;  Contratar é preciso, mas manter o elenco e tenta colocar os pagamentos em dia é fundamental. Em meio a uma crise financeira, atravessada por grande parte dos clubes brasileiros, o Sport segue essa linha de raciocínio para trabalhar nesse mais de 30 dias que terá com a pausa para disputa da Copa do Mundo. Com a bela campanha feita neste primeiro “módulo” de Brasileirão, o Sport terminou as 12 primeiras rodadas na sétima colocação geral, com 19 pontos. Mesmo assim, a necessidade de contratação de reforços é nítida. Na lateral esquerda, além de um volante para repor a saída de Anselmo, negociado com o futebol árabe, entre outras carências.

Ciente de tudo isso, a diretoria do Sport prefere continuar adotando a postura de pés no chão para continuar sonhando alto. Por isso, a meta principal é não perder jogadores neste recesso da Copa do Mundo. Principalmente pelo alto número de jogadores emprestados que fazem parte do elenco leonino.

Dos 33 jogadores do elenco profissional, 16 estão emprestados ao Leão. Ou seja, a negociação para uma possível saída não passa pela vontade do Sport, assim como aconteceu com Anselmo. “A questão de reforços é importante, mas conseguir segurar o elenco é o principal nessa parada. Com a boa campanha nossa é normal que o elenco se valorize e surjam propostas, mas estamos atentos a isso”, comentou Guilherme Beltrão, vice-presidente de futebol.

Sobre os vencimentos atrasados, o dirigente leonino não escondeu que estão dois meses em atraso, além de premiações do final do ano passado. Porém, a ideia é diminuir esse atraso na próxima semana. “Temos que trabalhar com a realidade. Não dá para pensar em se reforçar muito com os salários em dia. Na próxima terça-feira (19) faremos o pagamento e ficará apenas esse mês de junho em aberto, além das premiações do final do ano passado. E faço questão de registrar o esforço do presidente Arnaldo Barros para conseguir fazer esses pagamentos, pois algumas verbas que contamos ainda não chegou até nós, como a da Caixa Econômica, por exemplo”, finalizou Guilherme.

Além do mercado, o Sport também terá que brigar com a insatisfação de alguns dentro do elenco, que começam a indicar incômodo em não estarem sendo escalados como titular, como são os casos dos meias Michel Bastos e Everton Felipe. Segundo informações de bastidores, Everton Felipe estaria disposto a pedir aos diretores para ser emprestado caso não venha a ser utilizado pelo treinador Claudinei Oliveira. Na última quarta-feira, ele foi acionado no segundo tempo, no empate em 0x0 contra o Grêmio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *