Roberto Fernandes ; Ortigoza e Wallace ainda não agradou;

ADAURY VELOSO ;

Apesar de terem marcados os gols do Náutico no empate com o Belo Jardim, treinador ainda espera rendimento melhor quando eles atuarem juntos ;

A partida contra o Belo Jardim foi a segunda em que Ortigoza e Wallace Pernambucano atuaram juntos pelo Náutico. E apesar de cada um ter feito um gol no empate por 2 a 2, a avaliação do técnico Roberto Fernandes quanto a atuação da dupla não foi positiva.

Vale lembrar que dessa vez, o treinador escalou Wallace iniciando a partida mais recuado, como meia, ao contrário do que havia feito no triunfo por 2 a 1 sobre o Cuiabá, na semana passada, pela Copa do Brasil. Apenas com a entrada de Júnior Timbó, aos 29 minutos do primeiro tempo, na vaga do zagueiro Rafael Ribeiro, o artilheiro do Náutico na temporada, agora com sete gols, foi avançado para o ataque.
Perguntado sobre o rendimento dos dois jogadores atuando juntos, Roberto Fernandes foi sucinto. Mas não deixou margem para uma segunda interpretação. “Não gostei. Resumindo, ainda não está do jeito que eu quero”, pontuou.
O treinador também aproveitou para cobra do elenco compromisso a partir das quartas de final, afastando qualquer indício de acomodação pela liderança na primeira fase.
“Sempre falo uma coisa importante. Ninguém se defende de elogios, só de críticas. Nosso grupo começou desacreditado, sofrendo críticas forte no início da temporada. Os jogadores, naquele momento, estavam mais focados e fechados, cientes de que tinham que matar um animal por dia. Agora mudou. O Náutico é líder, tem o melhor ataque (17 gols). Falei para baixar a bola, que esse time é de transpiração”, reforçou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *