Rogério volta a sentir dores musculares, fará exame ;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Rogério volta a sentir dores musculares, fará exame e treino do Sport tem mais três baixas

Marlone alegou dor no pé, Leandro Pereira sentiu panturrilha, Durval reclamou de incômodo quadril, mas é o único do trio que preocupa ;

Por causa de dores musculares, Rogério não treinou pelo segundo dia seguido, no CT do Sport. Seguiu apenas em fisioterapia neste domingo. O atacante havia voltado ao time no jogo anterior após se recuperar de lesão na coxa, mas agora aumentou-se a preocupação sobre a sua participação na semifinal do Campeonato Pernambucano, contra o Central. Além dele, mais outros três atletas não treinarem por causa de problemas médicos: Durval, Marlone e Leandro Pereira. Do trio, apenas o primeiro preocupa para a partida de quarta-feira, diante da Patativa, no Lacerdão,

Hoje reserva da equipe do técnico Nelsinho Batista, o zagueiro Durval se queixou de um incômodo no quadril e será submetido a um exame de imagem nesta segunda-feira junto de Rogério, que vivia um momento positivo no Leão.

Em seu retorno ao time no duelo das quartas de final do Estadual, contra o Santa Cruz, na Ilha do Retiro, Rogério cumpriu papel tático importante pedido pelo treinador, deu assistência para o primeiro gol 3 a 0 na Ilha do Retiro, feito por Marlone, e ganhou elogios de Nelsinho ao fim da partida. Antes de enfrentar o Tricolor, ele desfalcou o Sport em dois jogos por causa de lesão na coxa.

Titular do Rubro-negro desde o início da temporada, Marlone, por sua vez, foi poupado do treinamento depois de ter sofrido uma pancada no pé esquerdo. Já Leandro Pereira, que havia perdido a vaga para o próprio Rogério contra o Santa Cruz, sentiu a panturrilha e permaneceu em tratamento no departamento médico do clube. Segundo o site oficial do clube, ambos “serão liberados e estarão à disposição”.

A boa notícia para Nelsinho neste domingo ficou por conta do retorno do lateral-esquerdo às atividades. O atleta não havia treinado no dia anterior por conta de um trauma sofrido no joelho esquerdo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *