Santa 0x1 Sport. Leão tira a invencibilidade coral e fica em vantagem no Arruda;

O favoritismo era todo o Santa Cruz, invicto há 18 jogos, com o melhor ataque da competição e diante de um rival combalido, sem poder ofensivo, imerso numa crise duradoura técnica. Mas no futebol o clássico equilibra as ações, e o próprio tricolor, nos primeiros anos de sua retoma, é prova disso. O Sport venceu no Arruda, por 1 x 0, e conquistou a primeira vitória na Série A, deixando a última colocação e mostrando um ímpeto que dá alguma esperança para o torcedor nas próximas apresentações.

Mesmo em casa, esperava-se um Santa com pouca posse de bola, armado para os contragolpes. Vem sendo assim desde a chegada de Milton Mendes. Só não foi assim por causa do gol marcado por Edmilson logo aos oito minutos de bola rolando. De bico, Diego Souza deixou o atacante cara a cara com o goleiro Tiago Cardoso. Ganhou na dividida e mandou para as redes, chegando ao seu primeiro gol no clube em sua terceira finalização – havia chutado duas vezes contra o Corinthians.

Em vantagem, o Sport ganhou o mínimo de calma necessária para jogar em um campeonato tão disputado. Sem afobação, esperando o rival, que fatalmente sairia de sua característica. Dito e feito, com o tricolor tendo 51,7% de posse na primeira etapa – até então, sempre tinha menos. Se já não parecia ser a noite do Santa, a expulsão do estreante Roberto – o lateral-esquerdo tomou dois amarelos -, aos 26 do segundo tempo só tornou a situação inglória.

Em todo o jogo, mesmo em busca do empate, os corais só acertaram a meta de Magrão uma vez. Grafite, de contrato renovado até o fim de 2017, esteve sempre cercado por Durval. Do outro lado, um massacre, com dez bolas contra Tiago Cardoso, que hora salvou, hora apenas torceu pela trave, em chutaços de Gabriel Xaiver e Everton Felipe, já na reta final, com o esquema de contra-ataques (do Sport) totalmente encaixado e com Diego Souza ditando ritmo. O placar magro saiu barato para o mandante. No primeiro Clássico das Mutltidões no Brasileirão em quinze anos, o Sport impôs outra marca. Voltou a ficar em vantagem no número de vitórias no Arruda: 51 x 50.Cj5_bdnUUAEvpf1Cj6czSQXEAAm5Q1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *