Santa Cruz de olho na vantagem do mata-mata do Nordestão

ADAURY VELOSO;

A melhor campanha entre os 20 clubes participantes da Copa do Nordeste é Tricolor. Algo que chama atenção, afinal o Santa Cruz faz parte do então temido “Grupo da Morte” da competição – ao lado de Campinense, Náutico e Uniclinic/CE. Caso consiga terminar a fase de grupos ainda no topo desta particular classificação, a equipe ganha a vantagem de decidir no Arruda todas as partidas do “mata-mata”. Ou seja, objetivo claro a ser alcançado nos próximos dois jogos do regional. O primeiro, inclusive, no Clássico das Emoções de domingo, e que pode desclassificar de vez o Alvirrubro.

Caso o assunto seja apenas a classificação para a próxima fase, a matemática coral é simples. Tricolor se garante nas quartas de final com apenas uma vitória. O empate também colocaria a equipe no mata-mata, mas outros resultados seriam necessários.

De qualquer forma, o pensamento no Arruda é concluir a fase de grupos com o maior número possível de pontos. “É algo muito importante decidir em casa. Vamos atrás desse primeiro lugar na competição geral. Sabemos que um empate já nos deixará em uma boa condição, mas a gente vai no intuito de fazer um bom jogo para que as coisas possam acontecer”, declarou o atacante Everton Santos.

O Santa Cruz, no entanto, tem a consciência que pegará um Náutico “empolgado”, principalmente após a vitória alvirrubra no Clássico dos Clássicos do último domingo.Algo que deve dificultar os planos corais em alcançar o máximo de pontos na fase de grupos da Copa do Nordeste. “A gente espera um Náutico entusiasmado pelo placar com o Sport. É um método novo, um treinador novo, de muito respeito, principalmente no futebol lá de São Paulo. Então, a gente espera um Náutico empolgado. A gente tem que se preparar bem porque vai ser pedreira”, previu o atacante tricolor.

No treinamento de ontem, o técnico Vinícius Eutrópio colocou em prática uma estratégia para promover cada vez mais atletas polivalentes no grupo. Thiago Primão, meia de origem, foi testado pelo comandante como volante. O elenco do Santa Cruz tem outros jogadores que podem desempenhar mais de uma função no campo de jogo. Entre eles está o zagueiro Anderson Salles, que pode ser volante; o meia Thomás, já testado como atacante; o volante Marcílio, que pode ser acionado como um meia avançado; além do atacante Júlio César, que faz a função de meia.
Outras alterações também foram promovidas pelo técnico tricolor. Mas, essas, entre jogadores de uma mesma função. Tiago Costa e Roberto se revezaram na lateral esquerda, assim como Wiliam Barbio e Everton Santos, no ataque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *