Santa Cruz perde Neris e Uillian Correia para jogo contra o Flamengo e Walter pode jogar

Adaury veloso;

Com novos desfalques, técnico Milton Mendes voltou a cobrar reforços no elenco

 

Antes do jogo contra o Palmeiras, Neris já havia dado o recado: mesmo pendurado com dois cartões amarelos, não se furtaria a levar o terceiro, se preciso, mesmo que a sua ausência configurasse uma perda significativa para o elenco do Santa Cruz. Não deu outra. No jogo na Allianz Arena, ainda no primeiro tempo, o zagueiro foi punido pelo árbitro. Assim, desfalca o Tricolor na partida da próxima quarta-feira, contra o Flamengo, no Arruda. Situação natural para um defensor em um campeonato de tiro longo como o Brasileiro. O problema, no caso do time coral, é a falta de opções para substituir o defensor.
O substituto natural de Neris seria Alemão. No entanto, o defensor ainda está na transição, se recuperando de uma lesão na coxa esquerda e sua presença é dúvida. Fica, portanto, flagrante o enxuto elenco do Santa: sem Leonardo, dispensando, restará ao prata da casa Walter Guimarães formar dupla com Danny Morais. Será apenas a terceira vez, em dois anos, que o atleta será usado.
Possivelmente, o time coral sequer terá um defensor de origem no banco de reservas. A falta de zagueiros no elenco tem, inclusive, motivado a diretoria a buscar reforços. Neste sábado, o nome de Wellington, zagueiro revelado no Palmeiras, ganhou força nos bastidores.
Uillian de fora
Ainda no primeiro tempo do jogo contra o Palmeiras, o volante Uillian Correia acertou uma cotovelada em Roger Guedes. Tomou um amarelo, que ficou até barato pelo lance. Já nos acréscimos do segundo tempo, porém, veio o segundo que o tirou da próxima partida. Assim como no duelo contra o Santos, Milton Mendes deve optar entre Alex Bolaño e Leandrinho.
Cobrança
A falta de opções no elenco coral motivou Milton Mendes a voltar a cobrar reforços para a sequência da Série A. “Nossa equipe está trabalhando nas condições que nós temos e no nossos limite. Estamos procurando fazer nosso melhor e nos reforçar. As limitações de cartões e lesões está nos limitando. Precisamos de reforços urgentes para bater de frente com esses times”, colocou.
ClTjoxfWgAAlLBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *