SANTA; Pipico avalia última rodada;

ADAURY VELOSO ;

SANTA CRUZ

Artilharia, classificação do Santa Cruz e cautela para evitar lesão: Pipico avalia última rodada

Com seis gols em seis partidas, atacante quer Tricolor seguindo adiante na Série C para obter acesso e ele alcançar artilharia da competição;

Com o Santa Cruz virtualmente classificado às quartas de final da Série C, apenas dois titulares estarão em campo no jogo contra o Salgueiro, no próximo sábado, válido pela última rodada do Brasileiro. O único de linha será o atacante Pipico – além dele, vai ao jogo o goleiro titular Ricardo Ernesto. Com média de um gol por partida, o atleta de 33 anos se tornou peça fundamental do Tricolor na competição. Voltando de suspensão e sem querer perder a oportunidade de se manter na briga pela artilharia do campeonato, o centroavante coral demonstrou sede por seguir balançando as redes e conseguindo as vitórias. Porém, sem deixar a cautela de lado para não perder a cereja do bolo: os mata-matas e decisões pelo acesso.

Pipico marcou seis gols em seis partidas no Brasileiro. Com seis gols até aqui, está a quatro do artilheiro Caio Henrique, do Botafogo-SP. Não em vão, faz questão de estar em campo contra o já rebaixado Carcará, no Arruda, a fim de tentar melhorar ainda mais a média de gols e de ajudar o time a terminar a primeira fase na vice-liderança da competição.
“Matematicamente, ainda não estamos classificados. Mas só se acontecesse o impossível, uma tragédia para nos tirar essa classificação. Então, vamos pensar no Salgueiro, vencer e buscar essa segunda colocação para ter a vantagem de poder decidir em casa no mata-mata. É importante seguir vencendo e manter a autoestima nessa reta final”, disse. “Sei que é difícil, mas espero manter minha média de um gol por jogo. Nada é impossível. Conto com a ajuda dos companheiros em busca dessa artilharia também”, acrescentou.

Para se ratificar a classificação, o Santa Cruz precisa de apenas um empate contra o Carcará. Ainda caso seja derrotado, o Confiança, quinto colocado, precisaria tirar uma diferença de nove gols de saldo e o Botafogo-PB, quarto colocado, precisaria pelo menos de um empate em casa com a Juazeirense. Para terminar como vice-líder, o Tricolor precisa vencer e torcer por um tropeço do Atlético-AC, contra o ABC, em Natal.
Por ter se tornado um jogador indispensável para o sucesso coral, Pipico poderia até ser poupado como a maioria dos jogadores do elenco. Porém, acionado por desejo próprio atestado pelo treinador, vai para o jogo ciente da importância em se manter apto para o futuro próximo. “Ninguém tem tirado o pé e acho ninguém vai tirar nesse jogo. Mas claro que precisamos ter um pouco de cautela para não se prejudicar e ficar de fora do principal jogo”afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *