Satisfeito com evolução, Márcio Goiano crava classificação ;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Satisfeito com evolução, técnico crava classificação se o time mantiver padrão de jogo

Apesar da derrota na última rodada para o ABC, treinador timbu afirmou ter gostado do desempenho e do volume de jogo da sua equipe;

Apesar de ter jogado o Náutico de volta à lanterna do Grupo A da Série C, o futebol apresentado pelos alvirrubros na derrota por 2 a 0 para o ABC na última rodada, de fato, deixou o técnico Márcio Goiano satisfeito. Ao ponto do treinador cravar que, caso a equipe consiga repetir o mesmo desempenho nas próximas partidas, conseguirá a hoje distante vaga nas quartas de final. Com sete pontos, o Timbu está a seis do Santa Cruz, que na quarta colocação fecha a zona de classificação.

Se a gente tiver o mesmo volume de jogo e a mesma imposição que tivemos contra o ABC pode ter certeza que a gente se classifica. Pelo scout do último jogo, de posse de bola e oportunidades criadas, nós vamos fazer uma reta final muito boa. O nosso volume contra o ABC e a participação e movimentação dos atletas foi bem maior que a que tivemos na vitória sobre o Globo (2 a 0), por exemplo”, avaliou o treinador.
Porém, ao mesmo tempo, Márcio Goiano sabe que precisa transferir o futebol demonstrado em campo para os resultados. A começar pela partida deste sábado, diante do Remo, na Arena de Pernambuco.
“Sabemos que futebol é resultado e ele não foi positivo contra o ABC. Mas estou aqui para analisar o todo e o que aconteceu de positivo naquela partida. Vamos agora para um terceiro jogo (sob o seu comando), temos a oportunidade de jogar com a nossa torcida, mas cabe a nós a responsabilidade de fazer uma apresentação”, concluiu.
Matemática

Desta forma, o treinador alvirrubro ainda enxerga a luta pela classificação às quartas de final como aberta. E reforçou o equilíbrio demonstrado até agora no Grupo A da competição.
“A Série C tem essa característica diferente. Se a equipe que hoje está na liderança (Atlético-AC, com 16 pontos) achar que já está classificada ela vai ficar fora. Porque é tudo muito próximo. Quem está lá em cima, se der um vacilo, vai acabar nas últimas posições. A nossa classificação é viável. Temos 30 pontos para disputar e a maioria dos jogos no Recife. Temos que acreditar no nosso trabalho e na nossa capacidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *