Sem Celsinho, Daniel Costa se coloca à disposição de Milton;

ADAURY VELOSO – Recém-chegado ao Santa Cruz, o meia Daniel Costa já fez sua estreia pelo Tricolor. O jogador que veio do Atlético Tubarão/SC entrou no segundo tempo da vitória da Cobra Coral sobre o Confiança/SE, no último domingo, no Arruda. “Camisa oito que poder jogar como um 10”, como foi elogiado por Milton Mendes, ao lado de Everton, é o único jogador de criação à disposição no elenco. Mas como o camisa 11 vem jogando pelos lados, o novo reforço coral pode receber uma oportunidade no time titular em breve. Função que, desde que Celsinho lesionou a coxa esquerda, vem sendo desempenhada por Dudu.

“Nós trabalhamos para que quando apareçam as oportunidades estejamos preparados, independente da função. Tenho como característica um bom passe. Sempre procuro deixar meus companheiros na cara do gol. Por onde passei, sempre tentei fazer isso, e onde o Milton achar que devo jogar, vou procurar ajudar”, afirmou Daniel, que garante não estar tendo dificuldades para assimilar a forma de trabalho do treinador.

“Lá no Tubarão, o trabalho que fazíamos também era de muita posse de bola, de atacar sempre. Aqui, sei que o Milton gosta de jogar para a frente, ser mais agudo. Já vinha trabalhando assim lá, então vai ser fácil me adaptar ao estilo de jogo dele. Amigos meus que trabalharam com ele, sempre disseram que ele faz treinos bons, e que nos dá a condição de fazer uma partida intensa. Estou feliz de poder estar trabalhando com ele”, falou.  Natural de São Paulo, Daniel está defendendo pela primeira vez um clube do Nordeste. Ao construir toda sua carreira no Estado do Sudeste e em Santa Catarina, o jogador admite estar se acostumando com o clima da capital pernambucana. “Obviamente, (o clima) é diferente de onde eu estava, no Sul do país. É minha primeira passagem no Nordeste, sinto sim esta condição de se adaptar a um clima mais abafado. Você tem que se cuidar mais, hidratar bem. Mas nós atletas temos que nos enquadrar rapidamente neste processo, que é natural .”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *