Sport ajusta desligamentos de Capa, Pedro Castro e Thomás;

ADAURY VELOSO;

SPORT

Sport ajusta desligamentos de Capa, Pedro Castro e Thomás e trio deve encabeçar saídas

Atletas estão na lista de possíveis saídas do Leão, têm clubes interessados neles e diretoria rubro-negra acerta detalhes de negociações ;

A lista de saídas elaborada pela diretoria do Sport deve ter os seus primeiros nomes divulgados. O lateral-esquerdo Capa, o volante Pedro Castro e o meia Thomás despertaram o interesse de outras equipes, negociam contratos com elas e estão perto de se desligarem do Rubro-negro.

 Sem adiantar nomes dos times em questão que miram os três, o Sport confirma as conversas para liberá-los. “Existem clubes interessados neles. Estamos em negociação”, limitou-se o vice-presidente de futebol do Rubro-negro, Guilherme Beltrão.
Capa estava emprestado ao Sport pelo Avaí até o fim de 2018. A sua vinda ao Rubro-negro, por sinal, havia sido condicionada a uma prorrogação de vínculo até 2020 com o clube catarinense. O lateral jogou apenas seis partidas pelo Leão, quatro delas como titular.
Pedro Castro também veio do Avaí, mas chegou à Ilha do Retiro emprestado pela Tombense-MG até o término da temporada. De cara, não agradou a torcida. Perdeu espaço quando cometeu erros na derrota por 3 a 0 para o Náutico, pelo Campeonato Pernambucano, na Arena de Pernambuco. No total, disputou cinco partidas pelo Sport, todas iniciando na equipe principal.
Contratado ainda no ano passado do rival Santa Cruz, Thomás, por sua vez, mantinha vínculo com o Sport só até 31 de maio. A antiga direção chegou a sinalizar uma prorrogação de contrato em janeiro, mas ele deverá agora ser rompido.
Emprestado pelo Club Brugge, da Bélgica, Leandro Pereira também está com um pé fora do Sport. Romperá um contrato de empréstimo que mantém até 30 de junho para jogar na Chapecoense. De acordo com o diretor de futebol Júlio Neto, apenas “falta a parte jurídica” para que a liberação dele seja sacramentada. Já afastado do grupo por indisciplina, Juninho deve ser emprestado para a base do Grêmio ou do Cruzeiro. A debandada não deve parar por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *