Sport busca contra o Atlético-PR voltar a somar pontos;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Um turno depois, Sport busca contra o Atlético-PR voltar a somar pontos em jogos seguidos

Leão vem de uma vitória de virada contra o Internacional, na última rodada;

Quando foi a última vez na Série A que o Sport conseguiu pontuar por, pelo menos, dois jogos consecutivos? A pergunta requer esforço de memória e, novamente, surge em um momento pertinente para o time recifense. Após quebrar uma sequência ruim e bater o Internacional na rodada passada, somar um ponto que seja diante do Atlético-PR, a partir das 19h deste domingo, é parte fundamental no projeto do time para se livrar da zona de rebaixamento. Nesse cenário, o rival é o que traz a lembrança perfeita para os leoninos. Afinal, foi justamente diante do Furacão, há 18 jogos atrás ou o equivalente a um turno inteiro da competição, que o Rubro-negro Pernambucano alcançou a última sequência invicta.

Diante da equipe de Curitiba, na Ilha do Retiro, o Sport venceu o jogo por 1 a 0, na 10ª rodada, e chegava no seu auge na Série A, ainda comandado pelo técnico Claudinei Oliveira. Ali, o time completava uma série com três vitórias e dois empates. Na tabela de classificação, ficou em segundo lugar, com 18 pontos somados.
Em seguida, porém, começou o processo de instabilidade na Ilha do Retiro e nunca mais o Sport sequer conseguiu pontuar por dois jogos seguidos. Hoje, tem apenas oito pontos a mais desde o último duelo com o Atlético-PR. Em queda livre na tabela, viu o próprio Claudinei Oliveira e o sucessor Eduardo Baptista pedirem demissão até que Milton Mendes aportou na Ilha do Retiro como a última aposta para livrar a queda.

Após ser goleado na estreia pelo Atlético-MG, com o placar de 5 a 2, o treinador conseguiu emplacar uma recuperação imediata ao bater o vice-líder Internacional por 2 a 1 dentro de casa. Agora, a missão passa por fazer o Leão pontuar de maneira consecutiva. Sem pressão. “Será um jogo difícil, temos nossa estratégia e forma de abordá-la respeitando muito a equipe deles, que tem dez jogos que não perde na arena. Você (repórter) disse que nossa equipe tem que vencer. Nós não temos que ganhar, temos que ganhar bem, com consistência e aí estaremos mais perto da vitória”, afirmou Milton Mendes.
Foi justamente no Atlético-PR que o treinador rubro-negro se projetou para o cenário nacional após passagens por Paraná e Ferroviária-SP. No Furacão, ele chegou a ser uma das sensações da Série A do Campeonato Brasileiro de 2015 lutando por uma vaga no G4 durante do o primeiro turno daquela edição. “Temos que estar precavidos, sabemos como eles jogam lá e temos que tentar não deixar o que eles têm de melhor acontecer, que é a velocidade na transição rápida, a bola cruzada área… É precaver isso e tentar usar o que eles têm de menos bom, que não vou dizer agora”, pontuou Mendes, em clima de leveza.

Atlético-PR

O Atlético-PR tem o quinto melhor aproveitando como mandante da Série A. Muito dessa evolução deve-se ao que o time vem fazendo nas últimas rodadas. Venceu os último oito jogos como mandante no Brasileiro. Outros dois pela Sul-Americana. Se vencer o Sport baterá o recorde de vitórias consecutivas no seu estádio. Para enfrentar o Sport, o técnico Tiago Nunes não definiu se vai com Jonathan ou Diego na lateral direita. No ataque, Marcinho será o substituto de Pablo, suspenso. Por outro lado, Voltando de suspenso Léo Pereira retorna à zaga ao lado de Paulo André.

A última sequência invicta do Sport (6ª a 10ª rodada)

3 vitórias e 2 empates
Sport 1 x 0 Atlético-PR
Internacional 0 x 0 Sport
Sport 3 x 2 Atlético-MG
Palmeiras 2 x 3 Sport
Sport 1 x 1 Corinthians

Ficha do jogo

Atlético-PR
Santos; Jonathan (Diego), Léo Pereira, Paulo André e Renan Lodi; Wellington, Lucho González, Raphael Veiga, Nikão e Marcinho (Rony); Marcelo Cirino. Técnico: Tiago Nunes.
Sport
Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Adryelson e Evandro; Marcão, Fellipe Bastos, Gabriel, Marlone e Mateus Gonçalves; Michel Bastos. Técnico: Milton Mendes.
Local: Arena da Baixada, em Curitiba.
Horário: 19h.
Data: 14/10/2018 (domingo).
Árbitro: Wagner Reway (MT/Fifa).
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP/Fifa) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *