Sport é derrotado pelo Criciúma e se complica ;

ADAURY VELOSO =

Time catarinense mantém tabu de nunca ter sido derrotado pelo Leão pernambucano em seus domínios e consegue deixar a lanterna na Segundona; Pressionado após dois empates, considerados resultados ruins em casa, o Sport visitou o Estádio Heriberto Hülse para tentar quebrar um tabu contra o Criciúma, pela 15ª rodada da Série B. Porém, depois de fazer uma partida ruim, o time pernambucano não conseguiu furar a defesa do Criciúma, especialmente no segundo tempo, e acabou sendo derrotado após falha da defesa no gol do meia Foguinho.

Com o resultado, o Sport se distancia do pelotão que está na briga pelo G4. O Leão ocupa a 10ª posição com 23 pontos conquistados em 15 partidas. Já o Criciúma saiu da zona de rebaixamento com a vitória e pulou para o 15º lugar com 16 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Rubro-negro enfrenta o Botafogo-SP, em confronto direto, em jogo que ocorrerá na Arena de Pernambuco.

O jogo

Após desfrutar de uma semana de preparação para recuperar os jogadores depois da árdua sequência de quatro jogos em 11 dias, o Sport foi para o Heriberto Hülse tentar a primeira vitória contra o time da casa na história do confronto. Porém, como já era esperado, o Tigre, que vive crise e está na zona do rebaixamento, iniciou a partida pressionando o Leão pernambucano no seu campo de defesa.
Após os 20 minutos do primeiro tempo, o Leão conseguiu encaixar melhor sua marcação no meio-campo e equilibrou as ações com o time da casa. O equilíbrio, porém, não representou uma partida com grandes emoções. Com pouca inspiração, ambas as equipes não conseguiram ser efetivas no campo ofensivo.
A grande chance do primeiro tempo aconteceu aos 39 minutos. Em chegada pela direita com o meia Foguinho, lançou bola na área e achou Léo Gamalho. O centroavante subiu mais que a defesa leonina e acertou a trave de Mailson. Nos últimos minutos, o time catarinense voltou a pressionar o Leão, mas sem sucesso em abrir o placar.

Segundo Tempo

Insatisfeito com a performance ofensiva do time, o técnico Guto Ferreira fez duas modificações no início da segunda etapa. Para aumentar a velocidade da equipe, foram acionados Juninho e Leandrinho nas vagas de Sammir e Ezequiel, que tiveram participação discreta na primeira etapa.
As mudanças surtiram efeito e o Sport ganhou qualidade na movimentação ofensiva. O Leão começou a controlar a partida. A primeira grande chance surgiu aos 11, nos pés de Juninho. Após puxada de contra-ataque, Brocador achou o camisa 37, que driblou o goleiro Luiz e chutpu para o gol. Thales deu carrinho e salvou em cima da linha.
Porém, mesmo melhor em campo, o Leão não conseguiu fazer o gol e acabou levando. Aos 27, o Criciúma conseguiu abrir o placar. Em bola cruzada da esquerda, a defesa do Sport falhou e o meia Foguinho apareceu na área para superar a marcação de Eder e completar para o gol de Mailson, que ficou estático.
Com o gol, o time do Criciúma recuou e deu mais campo ao Sport para jogar. A equipe pernambucana tentou apertar os catarinenses, mas sem sucesso. Aos 42, Ronaldo acertou um lindo lançamento para Hyuri, que cabeceou e carimbou a trave do goleiro Luiz. Porém, não passou disso. Com o resultado, o Leão segue sem vencer o Criciúma no Heriberto Hülse.

Ficha do jogo

Criciúma 1

Luiz; Maicon (Carlos Eduardo), Sandro, Derlan e Marlon; Eduardo, Foguinho, Wesley e Daniel Costa (Liel); Julimar (Vinícius) e Léo Gamalho. Técnico: Wilsão.

 

Sport 0

Mailson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Eder; Ronaldo, Yago (Hyuri) e Sammir (Juninho); Ezequiel (Leandrinho), Guilherme e Hernane. Técnico Guto Ferreira.

 

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Alberto Poletto Masseiro (SP)

Gols: Foguinho aos 27’ do 2º tempo (Criciúma)

Cartões amarelos: Norberto (Sport)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *