Atlético-MG goleia o Sport, na estreia de Milton Mendes;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Na estreia do técnico Milton Mendes, Sport sai na frente, mas é goleado pelo Atlético-MG

Resultado foi decidido ainda no primeiro tempo, quando Galo abriu 4 a 1;

A estreia do técnico Milton Mendes no comando do Sport foi a pior possível. Deixando de lado a melhora defensiva mostrada nos últimos jogos, o Leão voltou a ser uma presa fácil e sem mostrar resistência acabou goleado pelo Atlético-MG por 5 a 2, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Com apenas uma vitória nos últimos 17 jogos (13 derrotas e três empates) e atolado na vice-lanterna, com apenas 24 pontos, os rubro-negros caminham firme rumo à Série B. Para evitar isso, Milton Mendes vai precisar de muito mais do que apenas conversas motivacionais.
Até porque na próxima sexta-feira, o Sport terá pelo caminho outro time que briga pelo título. Encara o Internacional, na Ilha do Retiro.
O jogo
Para a sua estreia, Milton Mendes manteve o sistema defensivo montado pelo antecessor Eduardo Baptista, mas fez mudanças do meio de campo para a frente, com a entrada dos atacantes Mateus Gonçalves e Rafael Marques e o retorno de Michel Bastos, que vinha sido afastado do clube pela antiga diretoria de futebol.
E a primeira impressão da partida era de que a aposta de Milton Mendes seria acertada. Logo aos sete minutos, após cobrança de escanteio, Michel Bastos subiu com o zagueiro Leonardo Silva, que desviou de cabeça para as próprias redes abrindo o placar para o Leão. Seria, o início de um primeiro tempo eletrizante. Pior para o Sport.
Com uma marcação frouxa no meio de campo, não demorou para o Atlético-MG empatar, virar, ampliar e golear. Tendo também como personagens principais o rápido e habilidoso atacante colombiano Chará, a favor do Galo, e o experiente zagueiro Durval, em sua possivelmente pior apresentação com a camisa do Sport.
Logo no minuto seguinte ao gol rubro-negro, Elias empatou finalizando com liberdade dentro da área, após boa jogada de Chará pela esquerda. Sem sentir a desvantagem no marcador, os donos da casa seguiram amassando o time pernambucano. Aos 24 minutos, Durval começou seu show de lambanças ao tocar a bola com braço dentro da área. Pênalti convertido pelo lateral Fábio Santos.
Dois minutos depois, o zagueiro rubro-negro voltou a falhar ao apenas ficar apenas observando o lateral Emerson dominar e sem deixar a bola cair, tirar do alcance de Magrão marcando o terceiro atleticano. O quarto viria após nova bizarrice de Durval, que em lance fácil, não se entendeu com Magrão e deixou Cazares livre para marcar aos 29 minutos. Para completar seu show de horrores, Durval ainda foi expulso na sequência, aos 32.
Segundo tempo
Com um jogador a menos, fora de casa e sendo goleado por 4 a 1, Milton Mendes não fez nenhuma mudança no retorno para o segundo tempo (já havia colocado Raul Prata na vaga de Rafael Marques, com Ernando recompondo a zaga).
Já o Atlético-MG, sentindo a fragilidade do adversário, diminui o ritmo. E pagou por isso. Aos 11 minutos, após cruzamento de Raul Prata, Michel Bastos, novamente de cabeça, diminuiu o prejuízo, dando mostras de que poder ser útil nessa reta final de Série A. Até porque o jogo no Independência estava definido.
Com direito ao artilheiro Ricardo Oliveira ampliar a goleada para 5 a 2, aos 24 minutos. Maior número de gols sofridos pelo Leão em uma partida nessa Série A
Ficha do jogo
Atlético-MG 5
Victor; Emerson, Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Welison, Elias (Matheus Galdezani) e Cazares (Nathan); Luan (Edinho), Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.
Sport 2
Magrão; Ernando, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão, Jair, Mateus Gonçalves (Gabriel) e Marlone (Andrigo); Michel Bastos e Rafael Marques (Raul Prata). Técnico: Milton Mendes.
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Luís Marques e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)
Gols: Leonardo Silva (contra, 7 min do 1º); Elias (8 min do 1º), Fábio Santos (25 min do 1º), Emerson (27 min do 1º), Cazares (29 min do 1º); Michel Bastos (11 min do 2º) e Ricardo Oliveira (24 min do 2º)
Cartões amarelos: Sander e Marcão (S), Maidana (A)
Expulsão: Durval (S)
Público: 22.654
Renda: R$ 252.708

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *