Sport faz pior campanha da história do clube.

ADAURY VELOSO =  COPA NORDESTE

Goleado pelo Ceará no último sábado, Rubro-negro acumula 23,8% de aproveitamento na competição, com uma vitória, dois empates e quatro derrotas; Eliminado na primeira fase e derrotado por 4 a 0 para o Ceará, no último sábado, o Sport decretou a pior campanha da história do clube pela Copa do Nordeste. São 23,8% de aproveitamento em sete partidas, sendo uma vitória, dois empates e quatro derrotas. Mesmo em caso de vitória na rodada final, contra o Treze, o Leão só poderá chegar até 25%.O Rubro-negro nunca havia registrado um rendimento menor do que 40% no acumulado de jogos na competição. Antes de 2021, inclusive, a equipe só havia sido eliminada na primeira fase em duas ocasiões: 1998 e 2002. Mesmo naqueles anos, no entanto, terminou com um aproveitamento melhor, de 55,5% e 44,4%.Observando o percentual de pontos conquistados, os números que estiveram mais próximos da atual temporada foram justamente na campanha do ano passado. Na ocasião, o Sport teve 40,7% de aproveitamento, com duas vitórias, cinco empates e duas derrotas. Só que ainda assim conseguiu chegar às quartas de final.

Desde a estreia da competição, o Leão pernambucano participou de 14 edições. Um detalhe em relação à disputa de 2021 está no fato de que o clube estreou com uma equipe formada principalmente por atletas da base. Isso porque ficou sem conseguir registrar reforços, ao sofrer punições da Fifa e da Câmara Nacional de Resolução de Disputas da CBF.

Mesmo com a liberação dos novos atletas, no entanto, a equipe não conseguiu se recuperar. Tanto que só venceu uma partida, no clássico contra o Santa Cruz, na última quarta-feira. No sábado, goleado pelo Ceará, o Sport teve a eliminação confirmada após o empate do ABC com o Sampaio Corrêa. Uma vez que não tem mais como alcançar o G-4.

As campanhas do Sport no Nordestão

  1. Copa do Nordeste 1994 – Campeão (77,7% de aproveitamento)
  2. Copa do Nordeste 1997 – Semifinal (73,3% de aproveitamento)
  3. Copa do Nordeste 1999 – Semifinal (70% de aproveitamento)
  4. Copa do Nordeste 2000 – Campeão (66,6% de aproveitamento)
  5. Copa do Nordeste 2001 – Finalista (62,7% de aproveitamento)
  6. Copa do Nordeste 2014 – Campeão (58,3% de aproveitamento)
  7. Copa do Nordeste 2013 – Quartas de final (58,3% de aproveitamento)
  8. Copa do Nordeste 2016 – Semifinalista (56,6% de aproveitamento)
  9. Copa do Nordeste 1998 – Primeira fase (55,5% de aproveitamento)
  10. Copa do Nordeste 2017 – Finalista (55,5% de aproveitamento)
  11. Copa do Nordeste 2015 – Semifinalista (46,6% de aproveitamento)
  12. Copa do Nordeste 2002 – Primeira fase (44,4% de aproveitamento)
  13. Copa do Nordeste 2020 – Quartas de final (40,7% de aproveitamento)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *