Sport “lava as mãos” e espera que Sporting resolva empecilho de André

Adaury veloso;  Quando a novela da possível contratação do atacante André pelo Sport parecia estar chegando ao seu final, o folhetim ganhou mais alguns capítulos extras. Após acertar tudo com o jogador e o Sporting, de Lisboa, para a compra de 50% dos direitos econômicos do atleta, o Corinthians surge como novo personagem da história. E no papel de vilão para a torcida rubro-negra. Isso porque o time paulista pretende fazer valer os 30% do direito do jogador a que tem direito e só vai liberá-lo caso o seu percentual também seja adquirido.

Segundo  uma fonte jurídica, mesmo sendo minoritário em relação aos direitos econômicos de André, o Corinthians estaria acobertado na hipótese, por exemplo, dessa condição estar atrelada a uma cláusula no contrato de compra do avançado pelo Sporting ao clube paulista, no ano passado.

A diretoria rubro-negra, no entanto, já se posicionou no sentido de “lavar as mãos” e deixar que as cúpulas do clube português e do Corinthians desatem esse nó. Com André na reserva do time de Lisboa, o Sporting tem o interesse de se livrar do atleta.

De acordo com a imprensa portuguesa, a negociação entre o clube pernambucano e o Sporting já estaria concretizada em 1,2 milhões de euros (cerca de R$ 4 milhões). Caso seja obrigado a comprar também os 30% do jogador referentes ao Corinthians, e usando a lógica percentual, a diretoria leonina teria que abrir ainda mais os cofres, desembolsando mais 700 mil euros (aproximadamente R$ 2,4 milhões). Quantia que a diretoria do Sport já adiantou que não pagará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *