SPORT – Oposição se une e vai lançar candidato único;

ADAURY VELOSO ; Com péssima campanha no campeonato Brasileiro e uma administração precária financeiramente, o Sport vive momentos de turbulência já para eleição para presidência em dezembro.;   

Candidatura ainda não se consolidou, mas conversas estão avançadas

Luciano Bivar, Jarbas Guimarães, Wanderson Lacerda e Fernando Pessoa juntos no mesmo grupo de oposição

Um grupo de ex presidentes liderados por Jarbas Guimarães (Presidente em 1975/76/7778) vai lançar um nome único para representar a oposição na eleição contra o atual presidente, Arnaldo Barros.

Oito ex presidentes e outras lideranças (Ex dirigentes) foram convocadas para decidir um nome que agrade a todos os grupos de oposição.

Os ex presidentes Jarbas GuimarãesWanderson Lacerda (1991/92/93/94/95/96), Luciano Bivar(1989/90/97/98/99/2000/2001/05/06/13), Milton Bivar (2007/08), Arsênio Meira (1983/84), Homero Lacerda (1987/88), Severino Otávio (2003/04) e Fernando Pessoa (2001/02), 

Homero Lacerda declarou na Rádio Transamérica (Recife) 92.7, que o grupo pode solicitar que Luciano Bivar seja o candidato do momento.

Sabemos que Luciano é um homem muito ocupado e hoje inclusive é uma liderança Nacional na politica. Mas Jarbas Guimarães vai liderar esse movimento para convencer Luciano a voltar a comandar nosso clube. A atual administração está sendo terrível em vários aspectos e temos que dar um basta nessa situação. Luciano Bivar na minha visão tem condições e liderança de assumir o clube neste momento complicado” disse Homero.    HOMERO –  A preocupação de Luciano com o Sport é muito grande. Ele não é candidato ainda. Vamos tentar que ele aceite o convite. A situação financeira do clube nesta gestão é crítica”.

Ano conturbado;

O Leão passa por diversos problemas não só no âmbito do futebol. Eliminado precocemente no Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil, além de estar fora da Copa do Nordeste, o Sport ainda luta contra o rebaixamento na Série A. A situação financeira do clube também segue com dificuldades. Neste ano, o clube precisou vender seus principais jogadores, como Diego Souza, André e Everton Felipe, para tentar amenizar os problemas para pagar salários. A redução na folha salarial foi grande, já que era de aproximadamente R$ 4,5 milhões e passou a ser em torno de R$ 2,5 milhões.
Juntamente a este fato, sócios rubro-negros também fizeram um ofício reunindo mais de 800 assinaturas para que fosse realizada uma assembleia geral no clube, avaliando assim o pedido de impeachment do presidente do executivo Arnaldo Barros. Entretanto, o gesto não foi adiante devido a um imbróglio judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *