Sport quita salários de abril, mas maio continua em aberto.

ADAURY VELOSO ; SPORT

Sport  quita salários de abril

Apesar da consciência de que é preciso reforçar o elenco, o Sport vem dando prioridade para o pagamento dos vencimentos atrasados e manutenção do elenco atual ;  o Sport quitou nesta terça-feira (19) a folha salarial do mês de abril do futebol profissional, tanto na Carteira de Trabalho como os direitos de imagem, de acordo com a diretoria de futebol. Com o pagamento feito, agora apenas o mês de maio está em aberto com o elenco. Apesar do reconhecimento de que é preciso contratar para a volta do Brasileirão 2018, a cúpula leonina colocou como prioridade a quitação dos vencimentos e a manutenção dos atletas.

Na sétima colocação da Série A, com 19 pontos, o Leão vem adotando essa política “pés no chão” desde o começo desta temporada, quando perdeu medalhões como Diego Souza e André, vendidos para o São Paulo e Grêmio, respectivamente, além de Rithely, emprestado ao Internacional. Com algumas verbas atrasadas ou bloqueadas, como por exemplo, parte dos valores de Diego Souza, além do patrocínio da Caixa Econômica Federal, o esforço da diretoria leonina foi ainda maior para quitar ao menos um desses dois meses em atraso.

Para conseguir manter o bom clima na Ilha do Retiro neste recesso para a Copa do Mundo, os dirigentes correm para tentar deixar a folha salarial em dia, apesar de não ter havido ainda um prazo para que isso aconteça. “Conseguimos honrar com o pagamento de abril e os esforços são para conseguir quitar tudo. Precisamos de reforços, mas nossa prioridade é com o que temos no elenco. O presidente  e toda a diretoria vem fazendo um esforço grande para isso”, comentou Guilherme Beltrão, vice-presidente de futebol.

No dia 25 deste mês o elenco leonino retorna aos trabalhos, mas a bola só volta a rolar oficialmente no dia 18 de julho, contra o Ceará, na Arena Castelão. E de acordo com Beltrão, o Sport não pretende fazer nenhum amistoso durante este período até a retomada de Brasileirão. De acordo com o dirigente, não surgiu nenhum adversário interessante para realizar esse tipo de trabalho. Por isso, após esses 11 dias de folga, o elenco volta aos trabalhos internamente, no Centro de Treinamento José Médicis, em Paratibe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *