Sport recebe Vitória e inicia disputa para não ser rebaixado;

ADAURY VELOSO =

Leão pretende rodar o elenco nesta fase do Pernambucano; 2020 já registra a pior campanha da equipe rubro-negra na história da competição; Após duas eliminações em menos de uma semana e há dez dias para o início da Série A do Campeonato Brasileiro, ainda não é hora de virar a página no Sport, que amarga a disputa para não ser rebaixado à Série A2 do Campeonato Pernambucano. E a breve caminhada da equipe rubro-negra começa contra o Vitória, na tarde desta quarta-feira, às 16h, no estádio da Ilha do Retiro, pela primeira rodada do quadrangular da queda no Estadual.

Tendo terminado a primeira fase da competição em 7º lugar, uma coisa é certa: independentemente do desempenho do Sport nesta luta contra o rebaixamento, sabe-se que esta será a pior campanha do clube na história do Campeonato Pernambucano (disputou 103 das 105 edições até aqui), que jamais ficou além da 6ª colocação no Estadual.
O Leão entra em campo nos três jogos seguintes para diminuir minimamente o vexame que foi a participação no Estadual, onde é o único que time do torneio que disputa a elite nacional. Mas não apenas. De acordo com o técnico Daniel Paulista, as partidas servirão também como uma espécie de laboratório e preparação em busca de encaixe para o Brasileirão, além de dar mais rodagem para jogadores do elenco.
Diante disso, é possível que o Sport tenha algumas mudanças em relação ao time que entrou em campo na última semana na Copa do Nordeste. Jogadores como Betinho, Bruninho, Marquinhos e Ronaldo (atacante), que vinham sendo acionados no decorrer dos jogos, podem aparecer no time titular, justamente a fim de Daniel Paulista dar essa maior minutagem ao plantel. Já Maidana, Patric, Willian Farias, Barcia, Gomez, Rafael e Hernane, que disputaram todas as partidas desde a retomada, têm chances de alguns deles serem preservados por desgaste.
Ainda na transição física, Sander (torção no joelho esquerdo)  não joga, assim como Rafael Thyere, em condicionamento após entorse no tornozelo direito. Já João Igor, em fase final de condicionamento, pode pintar como opção no banco de reservas. Segue de fora, com quadro de Covid-19, o prata da casa Luciano Juba.
Além do Vitória, estão na briga no quadrangular do rebaixamento com o Sport nas quatro linhas a equipe do Petrolina e do Decisão. Fora de campo, entretanto, pode-se dizer que a disputa praticamente inexiste. Isso porque a folha salarial da Fera Sertaneja, do time de Bonito e do Tricolor das Tabocas, somadas, gira em torno de R$ 150 mil. Para se ter uma ideia, apenas com o volante Rithely, que não vem sendo aproveitado, o Leão paga um salário de R$ 120 mil (fora os atrasados de temporadas anteriores). No total, o gasto mensal do rubro-negro com o futebol é especulado em R$ 1,5 milhão. Dez vez mais do que os rivais citados juntos.

FICHA DO JOGO

Sport
Mailson; Patric, Adryelson, Maidana (Chico), Raul Prata; Willian Farias, Ronaldo (Betinho), Jonatan Gomez (Bruninho); Leandro Barcia, Hernane (Ronaldo) e Rafael (Marquinhos). Técnico: Daniel Paulista.
 
Vitória
Celismar; Pelezinho, Marcos, Matheus e Léo Carioca; Wires, Kássio (Diego Serra), Bruno Rodrigues, Dyorgenes Rodrigues (Thomaz); Jeffinho (Fael) e Erverson (Genildo). Técnico: Sérgio China.
Local: Ilha do Retiro
Hora: 16h
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos
Assistentes: Humberto Martins Dias Silva e Jose Romao da Silva Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *