Sport reduz relevância da disputa do 3°lugar do Estadual;

ADAURY VELOSO ;

PORT

Sport reduz relevância da disputa do 3°lugar do Estadual e foca na preparação para Série A

Jogadores rubro-negros acreditam que partida da próxima segunda-feira, contra o Salgueiro, valerá mais por uma “questão de honra” para o clube ;

O Sport será obrigado a entrar em campo na próxima segunda-feira, quando enfrenta o Salgueiro pela disputa do terceiro lugar do Campeonato Pernambucano, na Ilha do Retiro. Classificado pelo ranking à próxima Copa do Brasil e disposto a ficar de fora da Copa do Nordeste de 2019, o Rubro-negro encara os sertanejos por mera formalidade do regulamento do Estadual. O elenco reduz a importância dessa partida e foca mesmo na preparação para a Série A.

O Sport só estreia no Brasileirão em 15 de abril, contra o América-MG, em Belo Horizonte. O time do técnico Nelsinho Batista não esconde que reúne esforços para o duelo com o Coelho, enquanto o confronto com o Carcará é tratado internamente apenas como uma “questão de honra” para o clube.
“Logicamente, a gente não tem nada a ganhar em vagas, mas é um jogo que a gente está com a cabeça porque é uma questão de honra vencer, ainda mais por ser em casa. Temos que continuar mostrando evolução. Aqui nos treinos o foco, realmente, é a preparação para o Brasileiro. Temos que nos preparar da melhor maneira possível tanto física, tática e tecnicamente para chegar o mais pronto possível na estreia contra o América-MG”, revelou Léo Ortiz.
Com o Leão eliminado precocemente do Pernambucano e também da Copa do Brasil neste início de temporada, o zagueiro relata a frustração pelo calendário esvaziado. Mas, a partir da chegada de novos contratados, espera que a equipe entre com uma cara nova na disputa da Série A.
“É normal e justa a insegurança que o torcedor está tendo. Até pela forma que foi, principalmente na Copa do Brasil, e antes da final (do Estadual). Não tem como negar que éramos favoritos. Mas temos que mostrar já nas primeiras rodadas do Brasileiro que aquele evolução que vinha tendo no fim do Pernambucano continua. Vamo montando um time muito forte, porque o campeonato vai ser longo e vamos precisar de peças de reposição.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *