SPORT: Silêncio, vaias e eliminação na Ilha do Retiro.

Com o silêncio das arquibancadas da Ilha do Retiro incorporado em campo – foram apenas 1.599 torcedores no estádio -, o Sport perdeu para a Aparecidense, por 2 a 1, na noite desta quinta-feira (28), no reduto rubro-negro, ainda pela primeira fase da Copa do Brasil 2016. Sem motivação por ter optado por priorizar a Copa Sul-Americana, o Leão já havia perdido o jogo de ida, por 2 a 0, longe de seus domínios, e, com o novo revés, o time recifense está eliminado da competição nacional.

O gol dos anfitriões foi marcado por Diego Souza e os visitantes venceram com tentos de Mateus Magro e Clayton Sales. A equipe da casa atuou sob os olhares do novo técnico, Oswaldo de Oliveira, que acompanhou a partida nos camarotes.

Marcado pela absoluta monotonia, o primeiro tempo do confronto foi de pouca criatividade para ambos os lados. Ainda assim, cada equipe já deixou sua marca. Aos 19 minutos, Mateus Magro, posicionado na área rubro-negra, recebeu e bateu colocado, abrindo o placar para a equipe visitante. Depois, aos 35, Diego Souza, um dos únicos da escalação que é considerado titular para o time principal da temporada, balançou as redes, deixando tudo igual.

Depois do intervalo, a inoperância dos rubro-negros continuou em cena e, nas arquibancadas, o silêncio quase absoluto deu lugar às vaias e xingamentos. Aplausos apenas em tom de ironia, quando a Aparecidense chegava com perigo e, especialmente, aos 17 minutos, momento em que o time visitante marcou o gol da vitória. Numa cobrança de falta seca e certeira, no canto esquerdo de Magrão, o lateral-direito Clayton Sales estufou as redes rubro-negras, reforçando o clima de enterro na Ilha do Retiro.

Arbitragem: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN).

Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN).

Gols: Mateus Magros, aos 19 minutos do 1º tempo, e Clayton Sales, aos 17 minutos do 2º tempo (Aparecidense); Diego Souza, aos 35 minutos do 1º tempo (Sport).

Cartões amarelos: Everton Felipe e Ronaldo (Sport); Mateus Magro, Chiquinho Baiano e Filipe (Aparecidense).

Público: 1.599 torcedores.

Renda: R$ 16.165,00.1461887128-26429631440_4a59c1e46b_z

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *