Surpresa na escalação de Márcio Goiano;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Surpresa na escalação de Márcio Goiano, lateral Bryan espera viver recomeço no Náutico

Jogador, que havia atuado apenas quatro vezes e precisou lidar com várias lesões, teve atuação elogiada pelo treinador contra o Santa,

Uma das surpresas do técnico Márcio Goiano no clássico contra o Santa Cruz, o lateral direito Bryan vive uma espécie de recomeço no Náutico. Contratado no início do ano, o jogador havia disputado até então apenas quatro partidas com a camisa alvirrubra. Todas elas quando foi utilizada uma escalação alternativa. A última, no dia 11 de abril, contra a Ponte Preta, em Campinas, pela Copa do Brasil. Elogiado pelo treinador, o defensor espera agora, finalmente, ter uma sequência de jogos no Timbu.

Segundo Márcio Goiano, Bryan ganhou a posição para o até então titular absoluto Thiago Ennes ainda durante os treinamentos. E a boa impressão deixada no clássico contra o Santa Cruz reforçou a ideia de que a lateral direita alvirrubra pode ter um novo dono a partir de agora.
“O Bryan é um jogador que a gente já vinha observando nos treinos e fez um grande jogo. O que a gente pediu ele fez. Jogador que foi agressivo, mesmo jogando com um a menos. Tem uma boa marcação defensiva, e tem um algo mais, que é a transição ofensiva. Chega ao ataque, tem o um contra um muito bom. Estou satisfeito pelo rendimento dele”, destacou o treinador.
Um dos problemas enfrentados por Bryan no Náutico foi a série de lesões que o jogador, contratado por empréstimo junto a Chapecoense, precisou enfrentar no clube. A primeira delas, logo na sua chegada, no músculo psoas, responsável pela estabilidade da coluna e mobilidade do quadril. Em seguida vieram problemas musculares e no ligamento do joelho direito.
“Passei por situações complicadas esse ano. Cheguei aqui como dúvida por já me apresentar machucado. Depois tive outras lesões. Mas graças a Deus hoje estou bem e me sinto gratificado em poder ter ajudado o time a sair com uma vitória de um clássico tão importante”, pontuou o jogador, de apenas 21 anos, e que antes havia enfrentado também Altos (pela Copa do Nordeste), além de Flamengo de Arcoverde e Afogados, pelo Campeonato Pernambucano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *