Técnico do Sport vê jogo equilibrado ;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Eduardo Baptista vê jogo equilibrado e pede que torcida abrace o time contra o América-MG

O time tem nova chance de reação dentro de seus domínios, nesta quarta-feira;

O retorno do treinador Eduardo Baptista não foi exatamente com ele e a torcida esperavam. Com a derrota para o Santos, neste sábado, na Vila Belmiro, o Leão segue sem vencer no Campeonato Brasileiro no pós Copa. O Peixe abriu o placar logo no primeiro minuto da partida. Apesar de ter levado um gol cedo, o técnico não acredita que isso desestabilizou a equipe.

Com o gol muda a postura do Santos. O Santos ia nos oferecer espaços, ia oferecer o contra ataque, estávamos preparados para isso. Levar um gol cedo atrapalha bastante. O bom é que a equipe se recuperou rápido deste gol, se restabeleceu em cinco minutos e fez um grande primeiro tempo. Nós tivemos um volume de jogo bom, posse de bola, rodamos a bola, mas não finalizamos. Acho que só uma vez com o Hernane. Temos que finalizar mais quando tivermos um domínio. No segundo tempo voltamos com a mesma postura, com uma pegada muito forte jogando e até a expulsão tivemos quatro ou cinco chances reais de gol. A expulsão desequilibrou com o jogo e o resultado não foi o que queríamos”, analisou.
Há nove jogos sem vencer, o Sport segue em queda livre no Brasileirão e cada vez mais se aproxima da zona do rebaixamento. Na próxima rodada recebe em casa o América-MG e Eduardo Baptista espera que a reação do time venha justamente na sua volta a Ilha do Retiro.
“Existe muita coisa para ser arrumada, mas tem muita coisa boa que funcionou. Os jogadores que entraram e deram uma resposta, isto é bom. Não temos muito tempo para trabalhar, mas são coisas que na conversa e no pouco treinamento que tivermos, dá pra ajeitar. Que bom que o próximo jogo é na Ilha do Retiro. É um momento importante para o torcedor comparecer. Tem anos que eu espero por esse momento de voltar à ilha. O torcedor precisa acreditar nessa equipe, apesar de hoje o resultado não ter sido o que queríamos. Mas a briga e a disposição voltaram, eu acho que isso é um primeiro passo. Vamos precisar do torcedor para fazer um grande jogo e vencer o América em casa”, acredita o treinador do Sport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *