Timbu perdeu para o Criciúma por 1×0 na estreia da Série B

Cic4lrDWUAApXiinnnnnnnnnnnnnnn

Após a derrota por 1×0 para o Criciúma, o técnico Alexandre Gallo e os jogadores do Náutico lamentaram as chances perdidas no primeiro tempo e o gol irregular do Tigre, que acabou sendo crucial para o resultado da partida, que marcou a estreia do Timbu no Brasileiro da Série B.

“A competição é isso, se não mata, morre. Matar o adversário é a lei número 1 desta competição. Conversamos que se saíssemos na frente teríamos uma grande chance”, comentou o treinador. “Depois que tomamos o gol, de forma irregular, em função do impedimento, nos perdemos taticamente e não criamos mais chances”, acrescentou.

No primeiro tempo, os alvirrubros tiveram, pelo menos, três boas oportunidades de fazer o gol. No início da segunda etapa, os donos da casa fizeram o gol da vitória, com o atleta impedido. “Fizemos um bom jogo, muito tático no primeiro tempo e, em uma bola, toamos o gol e a equipe saiu do rumo. Isso não pode acontecer”, declarou Gallo. “A gente sente muito perder este jogo. Vamos trabalhar para fazer um bom jogo na terça-feira”, completou.

Os atletas seguiram o mesmo discurso do comandante. “O castigo foi duro. Pelo o que a gente fez hoje poderia ter saído, no mínimo, com o empate. O Criciúma teve algumas chances, mas não foi muito superior. Infelizmente, pecamos e tomamos um gol irregular. Agora é voltar para casa e recuperar, mas que sirva de alerta e saber que temos de matar”, disse o goleiro Julio Cesar, que completou 100 jogos com a camisa do Náutico.

“A gente teve o domínio no primeiro tempo, criamos, duas, três oportunidades e, se tivesse feito o gol, o resultado teria sido diferente. No segundo tempo, eles foram superior”, afirmou Fabiano Eller. “A gente teve várias chances de abrir o placar, mas a bola não entrou. Vamos trabalhar o mais forte possível para conseguir o acesso e o título no final do ano”, declarou Joazi.

Nesta terça-feira, o Náutico recebe o Vila Nova-GO, às 21h30, na Arena Pernambuco, pela segunda rodada da Série B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *