Torcida do SantaCruz já abraça Halef Pitbull

Adaury veloso;

O técnico Vinícius Eutrópio não conhecia Halef Pitbull. Quando o Santa Cruz mostrou interesse na contratação do atacante do Cruzeiro, o treinador foi apresentado a ele apenas meio de vídeos. Na necessidade de um camisa 9 desde a saída de Zé Carlos, o comandante deu sinal verde para a vinda do centroavante e promoveu a sua estreia no segundo tempo do clássico contra o Náutico, pela Copa do Nordeste. O rendimento do atleta o agradou. A torcida coral também já abraçou o novo reforço.

Sempre que pegava na bola, os torcedores do Santa Cruz imitavam latidos de cachorro, em referência ao apelido Pitbull. Em campo, Halef teve uma atuação regular. Suficiente para ganhar Eutrópio, que só havia comandado o atacante em dois treinos antes de acioná-lo na partida do último sábado com o Alvirrubro, no Arruda.

“Naturalmente, eu não faria isso. Diante da nossa necessidade, acabou sendo importante para o time”, afirmou Eutrópio, que se agradou da das boas-vindas dadas aos atletas pelos torcedores. “A gente conta muito com o apoio da torcida. No nosso planejamento, a torcida tem que ser responsável pelos sucessos em 2017. Ele é um jogador que tem carisma, ajuda, e parece que (a recepção) foi uma coisa automática.”

Halef agradeceu o apoio vindo das arquibancadas em sua estreia pelo Santa. “Eu estou arrepiado. Só tenho que agradecer a essa torcida maravilhosa que abraça a gente nos treinos e jogos. Vou treinar para poder fazer o que tenho de fazer e marcar mais gols”, pontuou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *