Torcida e Arena são armas do Náutico para o acesso ;

ADAURY VELOSO ; NÁUTICO

Torcida e Arena são armas do Náutico para o acesso

Em 23 jogos atuando em casa, o Náutico perdeu apenas uma vez, com outras 19 vitórias e três empates; Por mais que a derrota por 3×1 diante do Bragantino, no duelo de ida das quartas de final da Série C, tenha arrefecido o ânimo dos alvirrubros, a confiança no acesso à Série B permanece viva. Boa parte dela é depositada na força da equipe na Arena de Pernambuco, palco do duelo da volta, no domingo. O discurso de jogadores, técnico e dirigentes é uníssono: jogando em casa, com o apoio da torcida, o Náutico não deixará a vaga escapar.

Mais de 20 mil ingressos já foram vendidos para o jogo da volta. Boa parte deles antes do tropeço perante os paulistas. A preocupação da diretoria é que o resultado afaste parte do público que planejava marcar presença no duelo. Por isso, a campanha durante a semana será a de reacender a esperança em uma reviravolta. Pensando nisso, o Náutico divulgou que fará um treinamento aberto nos Aflitos para os alvirrubros na véspera da decisão. Será o primeiro reencontro dos torcedores com o estádio, fechado desde 2014 e que atualmente passa por reformas para uma reabertura ainda sem data definida.

O maior público do Náutico na temporada foi na final do Campeonato Pernambucano, em abril, diante do Central. Ao todo, 42.352 pessoas assistiram ao título alvirrubro. Números que bateram o recorde de torcedores na história da Arena em partidas envolvendo clubes. A meta atual é, no mínimo, se aproximar desse feito.

O desempenho do Náutico em casa é outro fator que contribui para estimular a confiança dos torcedores. Em 23 partidas na Arena de Pernambuco, o clube venceu 19, empatou três e perdeu apenas uma. Aproveitamento de 86,9%. Com o técnico Márcio Goiano, a equipe está invicta em seus domínios, com seis triunfos. Quatro deles pela margem de no mínimo dois gols de diferença, objetivo necessário contra o Bragantino para levar a decisão para as penalidades. Uma vitória simples do Timbu dá vaga aos paulistas. Se vencerem por mais de dois tentos, os pernambucanos comemorarão o retorno à Série B. Vale lembrar que a Série C não tem o critério de gol qualificado fora de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *