Wagner Lauretti busca titularidade no Náutico em decisão;

ADAURY VELOSO ;

Jogador, contratado junto ao modesto 4 de Julho-PI, foi testado pelo técnico Roberto Fernandes no time titular do Náutico para jogo contra Itabaiana ,

Contratado junto ao modesto 4 de Julho-PI, o atacante Wagner Lauretti pode ser a novidade do ataque do Náutico para a partida deste sábado, contra o Itabaiana, na Arena de Pernambuco, pela volta da seletiva da Copa do Nordeste. Com o fraco poderio ofensivo mostrado no jogo de ida, o técnico Roberto Fernandes testou o jogador na equipe no treinamento da última quinta-feira na vaga de Clebinho, que teve uma estreia apagada. E pelo menos no currículo, o avançado tem um trunfo para convencer o treinador a ganhar uma chance. Afinal vem de uma artilharia recente ,

Campeão da Copa Piaui no ano passado, que deu ao 4 de Julho uma vaga na Série D, Lauretti foi um dos artilheiros da competição, com seis gols. “Comecei um pouco tarde no futebol, aos 18 anos na base do XV de Piracicaba e joguei a Copa São Paulo de 2016. Depois subi para o profissional no Espirito Santo Futebol Clube. No ano seguinte fui para o Ferroviário e fiz parte do elenco vice-campeão cearense e logo após fui para o 4 de Julho onde fui campeão e artilheiro da Copa Piaui”, relatou.
“Essa para mim é uma oportunidade única. Cheguei de um clube pequeno e agora estou em um clube grande como o Náutico. Estou feliz por estar aqui e agora cabe a mim agarrar com todas as forças essa chance. Se for começar o jogo contra o Itabaiana vou dar tudo de mim dentro de campo”, prometeu.
Para o jogador, com o passar do tempo, a tendência é que o poder ofensivo do Náutico melhore. Até agora, somando os quatro jogos-treinos da pré-temporada, a equipe marcou apenas dois gols. Um deles anotado pelo próprio Wagner Lauretti, no treinamento diante do CSP, da Paraíba.
“Pelo fato do time ter sido montado praticamente do zero, com poucas peças remanescentes, é natural essa dificuldade no início do trabalho. Mas acredito que com o tempo, com a equipe se encaixando e o entrosamento vindo de forma natural, a parte ofensiva vai fluir”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *