Bivar acusa gestão do presidente ATUAL de contas irregulares

Adaury Veloso Blg
luciano-bivar-433x240mqdefault-300x169Informações foram divulgadas em publicação da Rádio Jornal. Presidente do Conselho do Sport, Jarbas Guimarães, saiu em defesa do atual mandatário; Em reunião feita pelo ex-presidente do Sport, Luciano Bivar, com os conselheiros rubro-negros, criou-se comissão para que fossem averiguadas as dívidas e antecipações das cotas junto à TV Globo feitas pela atual gestão de João Humberto Martorelli, no comando até o fim deste ano. Segundo Bivar, há ilicitude nas contas do clube, incluindo manobras financeiras irregulares. As informações foram compartilhadas pela Rádio Jornal, através de seu site.

De acordo com Bivar, as antecipações, inicialmente, eram até 2018, mas foram estendidas para 2020. A primeira deveria ser de R$ 30 milhões, mas, depois, teria subido para R$ 40 milhões, totalizando R$ 70 milhões. O Sport teria, também, feito empréstimos bancários com valores que ultrapassam os R$ 25 milhões. O ex-presidente avalia as contas como ilícitas, embora a comissão não tenha ainda defendido o mesmo ponto de vista.

Em entrevista à mesma rádio, Jarbas Guimarães contou sua versão sobre os fatos. Ele confirmou a reunião de Bivar com os conselheiros, mas garantiu que não há irregularidades na gestão do atual presidente, Martorelli.

“O presidente do clube reuniu o Conselho e expôs os números do balanço, com as antecipações, e os conselheiros aprovaram. O Sport está muito tranquilo, sem ônus”, disse. E completou: “Martorelli mostrou que tem R$ 36 milhões aplicados em caixa, da antecipação dos R$ 40 milhões que fez. Houve uma aprovação para ele usar esse dinheiro sem restrições como mandatário do executivo. E o ex-presidente Wanderson Lacerda propôs que ele utilizasse R$ 3,5 milhões desse dinheiro para concluir o hotel do CT. Esses são os fatos que conheço”. Luciano Bivar afirma: ‘Não penso em eleição’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *