Com duas goleadas na semi, Leão está na final da Copa do Brasil sub-17!

Ci2QtFvXIAAKGPX

Grande time, raça, superação, partidas inesquecíveis e final contra o Corinthians. Isso te lembra alguma coisa? Os atletas do sub-17 do Leão parecem seguir os mesmos passos de 2008, mas com uma personalidade só deles. Depois de vencer o Fluminense por 4 a 1 no jogo de ida, o Sport não perdoou e arrancou mais uma vitória, por 4 a 0, na Ilha do Retiro, nesta quinta-feira (19). Agora eles se preparam para encarar o Corinthians nas partidas finais, nos dias 24 de maio e 2 de junho.

O JOGO
Como foi reforçado pelo técnico Júnior Câmara, o Sport não iria se acomodar com a larga vantagem conseguida no Rio de Janeiro. E foi com a mesma determinação de sempre que eles buscaram o resultado. Já nos primeiros minutos, os bons contra-ataques quase resultaram em gols. Mas não demorou muito. Juninho, que cumpriu suspensão automática, já voltou fazendo gols. Aos 14 minutos, ele recebeu na área e chutou colocado para abrir o placar. Apenas três minutos depois, ele levantou a torcida com um golaço espetacular de cobertura!

Ainda no primeiro tempo, bem que o Fluminense tentou marcar, mas a história se desenhava à favor do Leão, com grandes defesas de Everton, que foi chamado de “paredão” pelos torcedores. Não é dia do Leão levar gol.

A segunda etapa começou da mesma forma: muita pressão do Sport. A defesa muito bem entrosada não permitiu muitos avanços da equipe carioca. Mesmo com a vantagem da partida de ida e vencendo a de volta, o Sport não deixou de atacar. Aos 39 minutos, veio o quarto. Patrick deixou o seu e sacramentou a goleada do Sport. O apito final veio com muitos “olés” e muita comemoração! É o Leão na final!

A TORCIDA
A convocação foi feita e a Nação Leonina atendeu. Com portões abertos, os setores das cadeiras, sociais e assentos especiais lotaram, precisando abrir também a geral. O espetáculo na arquibancada com certeza deu um “gás” a mais na juventude rubro-negra. Uma campanha voluntária também foi lançada, pedindo para que a torcida trouxesse alimentos não-perecíveis. O resultado não poderia ser diferente: uma tonelada de alimentos foi recolhida para doação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *