COPA DO BRASIL Gilmar Dal Pozzo admite em eliminação: “Pior jogo do ano

CfhIHxeWQAEgedo” “O resultado é o que mais incomodou, e mais ainda a nossa produtividade. Talvez tenha sido o pior jogo do ano. Futebol e na vida é merecimento e não fizemos por merecer hoje”. Foi com essas palavras que o técnico Gilmar Dal Pozzo abriu a entrevista para explicar o empate por 1 a 1 contra o Vitória da Conquista, nesta quinta-feira (7), que determinou a eliminação alvirrubra na Copa do Brasil.

O treinador Gilmar Dal Pozzo tentou armar o Timbu de uma maneira diferente contra o Vitória da Conquista. Colocou o meio de campo com poder de armação, com Rodrigo Souza, Eduardinho e Renan Oliveira. E formou o ataque em trio, com Rony na direita, Rafael Coelho na esquerda e Daniel Morais centralizado. Nada deu certo e técnico assumiu parte da culpa.

“Nós temos que rever essa questão de três atacantes e eu me culpo nesse âmbito. Escolhi isso por conta da necessidade de resultados”, disse Gilmar Dal Pozzo. E explicou: “A gente queria ter três atacantes para procurar o gol, mas não conseguimos ter posse, só melhoramos no segundo tempo, com a entrada de Esquerdinha. Depois fizemos o gol, dominamos, mas não tivemos condição para fazer o segundo gol e não conseguimos nos classificar”.

Apesar de assumir parte da culpa na derrota, o treinador disse que nada funcionou para o time do Náutico em todos os âmbitos que uma equipe de futebol precisa desenvolver. “Quando 7 ou 8 jogadores vão abaixo do normal, é muito difícil vencer a partida. Individualmente, taticamente, tecnicamente e mentalmente nós não estivemos bem.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *