ex-Flamengo deixa problemas no passado para brilhar no Sport

Em nome do filho, ex-Flamengo deixa problemas no passado para brilhar no Sport;Um dos principais destaques do Sport no começo desta temporada, Luiz Antônio vive nova fase na carreira. Após surgir como uma das maiores promessas do Flamengo e brilhar na final da Copa do Brasil de 2013, o volante viveu momentos ruins, desde problemas fora de campo até a perda de espaço na equipe principal no ano passado. Em busca de recuperar o futebol de outros tempos, o meia foi respirar novos ares longe da Gávea. Aos 25 anos, ele garante estar mais amadurecido após ser pai de Antônio, que está com um ano e meio. O nome da criança é uma homenagem ao avô do jogador, que foi o grande incentivador de sua carreira.

“Meu filho mudou muitas coisas, vejo o mundo de outra forma. A gente acha que a criança só aprende, mas ensina também. A gente pensa muitas vezes antes de tomar uma atitude”, analisou o meia, em entrevista ao ESPN.com.br.

“Estou muito mais centrado e focado para chegar ao meu auge na carreira, ainda sou novo. Antes só tinha o objetivo individual ou para minha esposa. Mas agora é diferente, tenho que pensar sempre nele em primeiro lugar, tudo que faço é para ele”, prosseguiu.

Para conseguir se firmar na Ilha do Retiro, Luiz Antônio precisou superar a falta de sequência. Ele atuou em apenas 14 jogos, seis deles como titular, em todo Campeonato Brasileiro na última temporada.

“Estava meio desacreditado quando cheguei porque ano passado não joguei. Vim fazendo meu trabalho devagarzinho da forma que sempre fiz. Depois comecei a ser titular e tenho até feito gols e dado assistências”, vibrou. Um dos grandes responsáveis pelo momento de Luiz Antônio é o técnico Paulo Roberto Falcão. “Professor confia em mim, não vejo como volta por cima, mas estou tendo uma sequência que não tive no Flamengo ano passado. Ele acreditou em mim e no que tinha feito nos outros anos. Foi bem importante essa confiança e estou retribuindo. Ele ajuda demais, cobra muito e orienta. Fala como devo jogar e está sendo bom para mim”, agradeceu.

“Aqui jogo mais à frente, quase como terceiro homem do meio. Chego mais ao gol e chuto, bato faltas e escanteios. Esse espaço que estão dando para mim é importante para amadurecer e evoluir no futebol”, comemorou.622_dcb0d6c5-6d61-3c01-aaa2-f65bd0994cd0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *