Náutico perde por 3×2 para o Vasco;

Náutico encarou de igual para igual o Vasco, melhor time da Série B do Campeonato Brasileiro, mas não foi o suficiente. Apesar da boa partida, voltou a desperdiçar chances, teve falhas decisivas no sistema defensivo e perdeu por 3×2. Os gols da partida foram marcados por Andrezinho, Rodrigo e Éder Luís para os vascaínos, enquanto Rafael Pereira e Renan Oliveira descontaram para os alvirrubros. Com a derrota, o Timbu estacionou nos 16 pontos e, na próxima rodada, enfrentará o Bragantino, às 16h, no Arruda. Já o Cruzmaltino disparou na liderança com 22 pontos e terá o Paysandu novamente em casa.

A velocidade tem sido a principal arma do Timbu na competição. E Gallo deu ainda mais agilidade ao time com Rony na vaga de Renan Oliveira. Apesar de ser fora de casa, o Náutico não se intimidou e foi para o ataque, teve mais posse de bola. Porém, voltou a pecar nas finalizações. Como aconteceu aos seis minutos, quando Rony saiu na frente de Jordi e finalizou mal para fora. A resposta vascaína foi em forma de castigo para os alvirrubros. Após lateral cobrado por Madson, Andrezinho livre na área arrematou para abrir o placar.

A desvantagem não deixou os alvirrubros abatidos. A postura continuou a mesma, ofensiva e vertical, sempre em direção ao gol. Taiberson, Bergson e Mateus Muller desperdiçaram novas chances. Mas para não deixar o placar tão injusto, Rafael Pereira empatou aos 33 minutos. Taiberson cobrou escanteio fechado e o zagueiro na pequena área empurrou para as redes de cabeça.

Na volta do intervalo, o Náutico não foi nem sombra da equipe que atuou no primeiro tempo. Muito por culpa do gol sofrido no começo. Logo no primeiro minuto, Nenê cobrou uma falta para área, Júlio César falhou e Rodrigo cabeceou para o gol. Diferente da etapa inicial, desta vez, o Alvirrubro sentiu e ficou acuado. O time cruzmaltino passou a dominar o confronto e ditar o ritmo da forma desejava.

Gallo acionou Renan Oliveira e Odilávio nas vagas de Taiberson e Bergson. O Timbu até ameaçou reagir. Em seu melhor momento, Eurico cabeceou quase que sem ângulo e Marcelo Mattos salvou em cima da linha. Na sequência, o Vasco ampliou a vantagem. Willian deu o passe para Éder Luis. O atacante, que havia acabado de entrar, ganhou na velocidade para Eduardo, driblou Júlio César e mandou para o gol. No minuto final, Renan Oliveira cobrou a falta na entrada da área, a bola desviou na barreira e entrou: 3×2. Porém, não havia mais tempo para buscar o empate.

FICHA DO JOGO
Vasco 3
Jordi; Madson, Luan, Rodrigo e Júlio César (Henrique); Marcelo Mattos, William, Andrezinho (Éder Luis) e Nenê; Jorge Henrique e Leandrão (Thalles). Técnico: Jorginho.
Náutico 2
Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Mateus Muller; Gastón (Eurico), Maylson e Bergson (Odilávio); Rony Jefferson Nem e Taiberson (Renan Oliveira). Técnico: Alexandre Gallo

Local: São Januário (Rio de Janeiro)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS). Assistentes: Neuza Inês Back (SC) e Leirson Peng Martins (RS). Gols: Andrezinho (aos 13 do 1ºT) e Rafael Pereira (aos 33 do 1ºT); Rodrigo (ao 1 do 2ºT), Éder Luis (aos 32 do 2ºT) e Renan Oliveira (aos 47 do 2ºT). Cartões amarelos: Jorge Henrique, Marcelo Mattos e Madson(Vasco); Gastón, Eurico, Eduardo e Taiberson (Náutico). Público: 3.483. Renda: R$93.710,00Ck860s4WgAAxo6k

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *