Procurado por outros clubes, Renê se diz satisfeito por seguir no Sport

Lateral revela que foi sondado pelo São Paulo, mas afirma não ter pressa em deixar o Rubro-negro e garante motivação para cumprir o contrato, que vai até o final de 2017.

Renê Sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Adaury

Depois do volante Rithely, o lateral-esquerdo Renê foi o jogador do Sport, com contrato em vigência, que mais sofreu com o assédio de outros clubes do Brasil. Titular do Leão nas duas últimas temporadas, ele dividiu as férias entre a diversão e a apreensão para saber onde jogaria em 2016. No entanto, depois de conversas da diretoria rubro-negra com outras equipes, acabou ficando acertada a permanência do atleta por, pelo menos, mais um ano na Ilha do Retiro. Com vínculo até 2017, ele garante que está bem tranquilo e feliz em seguir na Ilha do Retiro.

– Eu fico feliz pelo reconhecimento do meu trabalho. Se apareceu proposta é porque eu fiz um grande ano, mas estou feliz aqui. Tenho contrato até o final de 2017 e se acontecer de sair, que seja bom para mim e para o Sport. Não fico pensando em sair. Quero é fazer um grande ano agora como foram os dois últimos.

Segundo Renê, as conversas com o empresário durante as férias foram minimizadas para que ele não deixasse de aproveitar o momento, mas algumas informações, ainda assim, chegaram. Dois times brasileiros, entre eles o São Paulo, queriam contar com o lateral.

– Eu deixo tudo com o meu empresário. Ele falou que tinha dois times brasileiros conversando com o Sport. Um eu sei que foi o São Paulo, mas ele não chega a me falar tudo, porque peço para me falar só quando for certeza, até para eu procurar fazer meu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *