Sem investidor, Arena Pernambuco será gerida pelo governo a partir de 1º de abril

images (2).Após romper com a Arena Pernambuco Negócios e Participações, o Governo do Estado de Pernambuco resolveu delegar à Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer a gestão da Arena Pernambuco por tempo indefinido, enquanto a busca por um novo parceiro para administrar o negócio acontece nos bastidores. A escolha de um novo gestor, no entanto, vai depender de um processo licitatório que deverá investigar a diferença entre as receitas estimadas pela empresa e aquelas que foram alcançadas. A empreiteira Odebrecht, que atuou nesta e outras obras de estádios da Copa, está no centro da investigações da Lava Jato.

Em entrevista à imprensa local após a definição, o secretário Felipe Carreras previu que, em dez dias, uma coletiva deverá ser convocada para anunciar o plano de gestão que será adotado com relação à Arena. Uma das funções é encontrar um meio-termo conveniente entre a necessidade de lucro do estádio e o interesse de clubes como Sport, Santa Cruz e Náutico.

Com data marcada para encerrar oficialmente na sexta-feira, a parceira público-privada com a antiga gestora durou apenas três anos quando estava prevista para ser mantida até 2043. Com isso, a partir de sábado, 1ª de abril, o Governo do Estado passa a ser responsável pela construção em São Lourenço da Mata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *