Titular na final, Wellington Cézar dedica título à mãe

Quando foi confirmado que João Paulo não jogaria a grande final contra o Sport, na Ilha do Retiro, por estar lesionado e que seu principal substituto, Leandrinho, também estava machucado, ficou a pergunta: quem será o titular? Minutos antes da partida, quando a escalação do Santa Cruz foi revelada, a resposta apareceu. Wellington Cézar foi o escolhido. O prata da casa, ficou com a responsabilidade de ocupar o lugar de um dos jogadores mais regulares do Santa Cruz.

O volante, de 22 anos, cumpriu a determinação do treinador, fez uma boa partida e ajudou a equipe a segurar o empate de 0 a 0 que deu o bicampeonato aos corais. Feliz, Wellington fala da humildade do elenco e revela o que pediu o técnico Milton Mendes.

“Quando o professor (Milton Mendes) me chamou no treino, disse que eu teria que entrar e resolver. Ele disse que a responsabilidade era dele. Deus me deu capacidade. Eu pedi muito isso para Ele. O grupo estava merecendo, sabíamos da dificuldade de jogar contra o Sport, mas com muita humildade e força, conseguimos o título”, destacou.CiCkgZtWkAMHGDW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *